Sem Salah, sem gol! Liverpool fica no 0 a 0 em dérbi com o Everton
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sem Salah, sem gol! Liverpool fica no 0 a 0 em dérbi com o Everton

Everton x Liverpool
Everton e Liverpool ficaram no empate sem gols pela Premier League (FOTO: Twitter do Liverpool)
LANCE! - 07/04/2018 - 10:25
Liverpool (ING)
Sem Salah, poupado, e com Roberto Firmino entrando no segundo tempo, o Liverpool ficou no 0 a 0 no dérbi com o Everton, neste sábado, em jogo que abriu a  33ª rodada da Premier League, no Goodison Park, casa do time que joga de azul.  Agora, são 17 jogos sem derrota dos Reds no clássico da cidade dos Beatles. 

O empate acontece três dias após a goleada de 3 a 0 sobre o Manchester City, pela ida das quartas de final da Liga dos Campeões. A volta é na próxima terça-feira e isso ajuda a explicar a decisão do treinador de Jurgen Klopp de preservar seus astros. O egípcio ainda não está 100%, mas deve jogar no meio da semana. Mané, o outro titular do trio ofensivo, foi quem saiu para a entrada de Firmino. 

Com o resultado, o Liverpool mantém-se em terceiro, com 67 pontos, um a menos que o United, que faz o seu dérbi ainda neste sábado, e tem duas partidas a menos. Quem também soma 31 jogos é o Tottenham, quarto, com 64, colado nos Reds. Já o Everton, também com 33 jogos, tem 41 pontos e está a 10 do Chelsea, sexto, com 31 partidas. No momento, os Blues fisgam a última vaga da Liga Europa. Ainda dá para o Everton sonhar? 

Goleiros colaboram para o empate

Não foi só a falta de Salah que definiu o 0 a 0. O clássico teve participação decisiva dos goleiros. Só no primeiro tempo, Pickford, do Everton, fez duas grandes defesas - em finalizações de Milner e Solanke - e outras mais fáceis. Do lado vermelho da cidade dos Beatles, Karius fez a dele em boa finalização de Bolasie. Talvez tenha sido a melhor do jogo. Tosun, para os mandantes, também teve uma boa chance, mas isolou.

A verdade é que o Liverpool foi superior na maior parte do jogo, mas sentia muito a ausência do seu goleador. Porém, o Everton também teve os seus momentos. Sem dúvidas, a melhor fase dos mandantes na partida foi no final do jogo, quando Tosun e Calbert-Lewin perderam chances incríveis. 


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance