Roma bate o CSKA e se aproxima da vaga nas oitavas da Champions
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
Escudo do CSKA Moscou
1
 
-
 
2
Escudo - Roma

Roma bate o CSKA e se aproxima da vaga nas oitavas da Champions

Gol de Manolas - CSKA Moscou x Roma
Jogadores comemoram o gol de Manolas, o primeiro da Roma (Foto: Alexander Nemenov / AFP)
LANCE! - 07/11/2018 - 17:51
Moscou (RUS)
A Roma assumiu a liderança isolada do Grupo G da Liga dos Campeões. Na capital russa, os Giallorossi bateram o CSKA Moscou por 2 a 1. Manolas e Pellegrini fizeram os gols dos italianos, com Sigurdsson descontando. A nota triste ficou por conta  da lesão de Mario Fernandes, que levou uma joelhada na cabeça e teve que sair de maca no início do jogo. Ainda nesta quarta-feira, o Viktoria Plzen recebe o Real Madrid no complemento da chave.

O resultado deixa a Roma com nove pontos, três a mais que o Real Madrid. O CSKA estaciona nos quatro. Já o Viktoria Plzen tem apenas um.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DA LIGA DOS CAMPEÕES

Fora de casa, a Roma tratou logo de mostrar a que veio. Com apenas quatro minutos, abriu o placar. Pellegrini bateu escanteio, Akinfeev saiu mal e Manolas marcou. Aos dez, um lance que preocupou a todos em Moscou. O brasileiro naturalizado russo Mario Fernandes, caído, acabou levando uma joelhada na cabeça. Desacordado, saiu de maca do campo.

E MAIS:
Atrás do marcador, o CSKA foi para frente e tentou buscar o empate. Mas esbarrava na boa marcação imposta pelo time de Eusebio Di Francesco, que tinha N'Zonzi e Cristante na proteção. Dzeko ficou um pouco isolado durante a primeira etapa.

Na volta do intervalo, o CSKA chegou ao empate. Após passe para a área, Santon cortou mal e Sigurdsson bateu no cantinho, sem chances para Olsen. A pressão russa, contudo, logo sofreu um baque. Magnusson derrubou Justin Kluivert na entrada da área e acabou levando o segundo cartão amarelo, indo mais cedo para o chuveiro.

A vantagem numérica logo deu resultado para a Roma. Três minutos após a expulsão, Cristante tentou o chute e a bola parou à feição para Pellegrini fazer o segundo, garantindo a vitória dos italianos.

Facebook Lance Twitter Lance