PSG é acusado acusado de aumentar valores em acordos de patrocínios
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

PSG é acusado acusado de aumentar valores em acordos de patrocínios

Nasser Al-Khelaifi - PSG
PSG é acusado de burlar o "Fair Play Financeiro" (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)
LANCE! - 12/04/2018 - 16:16
Paris (FRA)
O PSG foi acusado pela Uefa por ter "superdimensionado" acordos de patrocínios no valor de 200 milhões de euros (R$ 840 milhões). Segundo o "Financial Times", o clube francês pode enfrentar sanções, após a entidade ter conduzido investigações sobre as contratações de Neymar e Mbappé.

A Uefa começou a investigar o PSG no ano passado, quando o clube francês contratou Neymar e Mbappé, que chegou por empréstimo. O time de Paris pode ter que arcar com uma multa pesada, além da exclusão da Liga dos Campeões. Outras equipes reclamaram os franceses burlaram o "Fair Play Financeiro" para completar as negociações.

Segundo o "Financial Times", a Uefa contratou a consultoria Octagon para fazer um revisão nos contratos do PSG. Há suspeitas de que o clube francês tenha recebido dinheiro de empresas do Qatar. De acordo com o jornal, a Octagon informou que os franceses receberam valores muito mais altos, quando comparados ao mercado atual.

O "Financial Times" também destaca que o PSG deve contestar a análise da Octagon. O jornal ouviu pessoas ligadas ao clube, que disseram que os valores do patrocínio subiram pois a imagem do Paris Saint-Germain cresceu com a chegada de Neymar.

Segundo o "L'Équipe", o PSG terá de convencer a instância sobre a saúde das finanças após gastar 400 milhões de euros (R$ 1,6 bilhão) em Neymar e Mbappé. O jornal francês ainda destaca que o clube deve gerar cerca de 75 milhões de euros (R$ 306 milhões) até o final da temporada para equilibrar as finanças.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance