Prováveis times e jogos: primeiro dia de oitavas de final na Copa da Ásia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Prováveis times e jogos: primeiro dia de oitavas de final na Copa da Ásia

Copa da Ásia
Competição está nas oitavas de final (Foto: Divulgação/AFC)
Sergio Santana - 20/01/2019 - 07:00
Emirados Árabes Unidos
A primeira parte da Copa da Ásia terminou. Em 36 partidas da fase de grupos, a competição foi marcada por emoção, jogos sendo resolvidos nos minutos finais e uma riqueza tática, com estilos de jogo bem definidos mesmo que algumas seleções não possuem qualidade técnica para tal.

As oitavas de final prometem grandes embates, já que seleções como Austrália e Uzbequistão, com boas campanhas recentes na competição, e Japão e Arábia Saudita, que estiveram na última Copa do Mundo, vão se enfrentar logo em um estágio inicial do mata-mata. O LANCE! preparou um resumo dos jogos do primeiro dia das oitavas de final.

O dia vai reservar três jogos válidos pela primeira fase de mata-mata: Jordânia x Vietnã, no Al Maktoum Stadium; Tailândia x China, no Hazza Bin Zayed Stadium; e Irã x Omã, no Mohammad Bin Zayed Stadium, o jogo de destaque do dia. Confira o resumo de cada um dos duelos.

Jordânia x Síria - Copa da Ásia
Jordânia é a surpresa da competição (Foto: Divulgação/AFC)
Jordânia x Vietnã - 9h (de Brasília)
A primeira partida das oitavas de final vai trazer a seleção que mais surpreendeu na competição até aqui. A Jordânia está longe de ser uma das referências do continente, mas o treinador Vital Borkelmans encontrou um jeito competitivo de jogar: uma equipe forte defensivamente, que oferece pouco espaço ao adversário, é agressiva no meio-campo e contra-ataca em velocidade.

O Vietnã, por sua vez, se classificou na bacia das almas, vencendo apenas na última rodada. A expectativa para a atual campeã da Copa Suzuki era maior, mas a equipe comandada por Hang-Seo Park conseguiu se classificar e agora vai tentar surpreender. Ofensivamente, o time comandado pelo meio-campista Nguyen Quang Hal até bons pontos, mas peca com excessividade no campo defensivo.

Provável Jordânia: Shafi; Shilbaya, Khattab, Yassen, Haddad; Khalil Bani Ateyah, B.Abdulrahman; Al Ersan, Murjan, Mahmoud; Samir.

Provável Vietnã: Van Lam; Hau Doan, Dung Bui, Hai Que, Hong Duy; Dung Do, Xuan Truong, Nguyen Hoang, Nguyen Quang Hai; Phan Van, Nguyen Cong Phurong.

E MAIS:
Filipinas x China - Copa da Ásia
China busca afirmação continental (Foto: Divulgação/AFC)
Tailândia x China - 12h (de Brasília)
Uma partida que vai reunir duas equipes que não renderam aquilo que era esperado. A China, que chega nas oitavas de final com apenas uma derrota, busca finalmente mostrar um bom futebol em nível continental. Enquanto a liga nacional fica cada vez mais forte e bons jogadores aparecem no contexto do futebol local, a seleção encontra dificuldades para construir boas atuações. O experiente treinador Marcello Lippi será o responsável pela tentativa de glória chinesa no torneio.

A Tailândia, por sua vez, consegue 'esbarrar nas suas próprias pernas'. É possível ver um estilo de jogo que preza por toques objetivos e rápidos no campo ofensivo, mas que a equipe comandada por Sirisak Yodyadthai não consegue dar continuidade nas jogadas justamente pela qualidade técnica de seus jogadores. Nas três partidas da fase de grupos, foram apenas três gols marcados - justamente o ponto que a equipe precisa melhorar nessa fase.

Provável Tailândia: Tedsungnoen; Bunmathan, Promak, Thongsong, Chunuonsee; Tristan, Puangchan, Kesart, Songkrasin; Dangda, Kraisorn.

Provável China: Yan Junling; Shi Ke, Zhang Linpeng, Feng Xiaoting; Wu Xi, Zhao Xuri, Zheng Zhi, Hao Junmin, Liu Yang; Wu Lei, Gao Lin (Yu Dabao).

Vietña x Irã - Copa da Ásia
Irã tem um trabalho consolidado (Foto: Divulgação/AFC)
Irã x Omã - 15h (de Brasília)
O confronto mais aguardado do dia. De um lado, o Irã, que é comandado por Carlos Queiroz, que possui, desde meados dessa década, um dos melhores trabalhos de seleção do mundo - não falando apenas de Ásia. O time mais competitivo do continente, que é marcado pela solidez e obediência defensiva e que vem com campanha quase perfeita na competição: nos três jogos da fase de grupos, duas vitórias e um empate, com sete gols marcados e nenhum sofrido.

O Omã, por sua vez, mostra que é um dos melhores terceiros colocados do torneio, apesar de não ter sido o que pontuou mais, já que foi o que mais apresentou ideias. Na fase de grupos, a equipe treinada por Vim Verbeek dificultou a vida de Japão e Uzbequistão e é marcada por um destacável desempenho defensivo, com duas linhas de quatro, e uma forte transição entre a primeira metade do campo e o ataque, principalmente pelo lado esquerdo.

Provável Irã: Beiranvand; Ghafoori, Cheshmi, Pouraliganji, Hajsafi; Torabi; Amiri, Taremi, Dejagah, Ghoddos (Jahanbakhsh); Azmoun.

Provável Omã: Al Rushaidi; Suhail, Al Braiki, Al Musalami, Al Busaidi; Mubarak, Al Saadi; Al Hosni, Al Hajri, Saleh; Al Ghassani.

Facebook Lance Twitter Lance