Modelo de avião em que Sala estava já registrou mais de 150 quedas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Modelo de avião em que Sala estava já registrou mais de 150 quedas

Emiliano Sala
Ainda de acordo com o piloto, voos comerciais e tradicionais seriam mais adequados e seguros (Foto: Divulgação)
LANCE! - 24/01/2019 - 09:36
Cardiff (FRA)
As buscas ao avião que desapareceu e carrega o jogador Emiliano Sala não foram encerradas. Um ex-piloto inglês, Alastain Rosenschein, em entrevista ao jornal 'The Sun', revelou detalhes nada animadores do tipo de avião em que o atacante argentino viajava. Segundo o especialista, esse tipo de avião, o Piper Malibu, tem histórico de queda e que já tinha caído em 160 ocasiões anteriores.

- É um verdadeiro risco voar em um avião de monomotor, especialmente no inverno e, definitivamente, a noite. Existem problema de congelamento também. Já houveram 160 sérias quedas, sendo que 55 foram fatais. Desde 2000, já houveram 24 acidentes fatais. Não tem como comparar com o que chamamos de 'aviação geral' com um voo comercial, que é extremamente seguro e os acidentes são muito raros - disse Roscnschein

Cardiff não organizou o voo
O presidente do Cardiff, Mehmet Dalman, revelou que o clube não foi o responsável pela organização do voo. O mandatário, inclusive, ressaltou que a direção da equipe se propôs a planejar a ida de Sala, mas que a proposta foi recusada pelo atacante. Mehmet, porém, não disse quem foi o responsável pela ida do para o País de Gales.

Retrospecto
Revelado pelo Bordeaux, Sala, apesar de argentino, só jogou em clubes franceses em sua carreira profissional. Aos 28 anos, foi contratado pelo Cardiff, por conta de seu grande desempenho atual com a camisa do Nantes (que incluem 13 gols na temporada) e se tornou a contratação mais cara da história do clube galês: 15 milhões de libras (R$ 72 milhões).


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance