menu button lance
lancelogo lancelogo lance
TEMPO
REAL

Milagre histórico! Barcelona faz seis no PSG e avança na Champions

  •  Sergi Roberto, Messi e Neymar - Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona (Foto: Pau Barrena / AFP)
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Cavani - Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona (Foto: Josep Lago / AFP)
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Cavani - Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona (Foto: Josep Lago / AFP)
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona AFP
  •  Suárez e Rabiot - Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona PAU BARRENA / AFP
  •  Barcelona x PSG
    Veja imagens da classificação do Barcelona PAU BARRENA / AFP
LANCE! - 08/03/2017 - 18:51
Barcelona (ESP)
E o improvável aconteceu! E nem quando o torcedor mais otimista esperava, o Barcelona chegou ao milagre histórico após marcar três vezes nos últimos oito minutos e golear o PSG por 6 a 1, no Camp Nou. A vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões saiu com gol aos 51 minutos do segundo tempo, quando Sergi Roberto escorou cruzamento para levar o estádio à loucura. Pela primeira vez na história, um time consegue reverter o placar de 4 a 0 da ida.

Vale ressaltar a grande partida de Neymar, que deixou sua marca duas vezes - de falta e pênalti - depois dos 40 do segundo tempo, chamando a responsabilidade e assumindo o protagonismo da equipe. O brasileiro ainda cruzou na medida para o herói Sergi Roberto balançar as redes.

Agora, o Barcelona aguarda o sorteio do dia 17 de março para saber quem vai enfrentar nas quartas de final da Liga dos Campeões. Até o momento, Real Madrid, Bayern de Munique e Borussia Dortmund já garantiram classificação.

O JOGO

Com uma formação bem ofensiva, o Barcelona foi para o ataque. E tudo o que o time catalão precisava aconteceu logo aos dois minutos. Após cruzamento de Rafinha, Thiago Silva cortou para o alto, Trapp saiu mal e Suárez completou para o fundo das redes. Meunier ainda tentou cortar, mas a bola já tinha entrado.

O Barcelona manteve sua postura ofensiva, com Neymar ocupando a ala esquerda e Rafinha na direita. Aos dez minutos, o PSG conseguiu sair pela primeira vez de seu campo. Em cruzamento de Draxler, a bola bateu no braço de Mascherano, mas o árbitro deu escanteio, para desespero dos franceses. Os catalães responderam com um chute de Neymar de longe, que passou raspando a trave de Trapp.

O PSG tinha problemas para sair no contra-ataque. Lucas errava praticamente todos os passes e entregava a bola novamente para o Barcelona. Draxler também estava sumido. Desta forma, Cavani não participava do jogo. Os catalães também reclamaram de pênalti, quando Meunier segurou Neymar na área. No lance seguinte, Suárez chutou fraco após toque de Messi.

O panorama começava a ficar ainda mais favorável ao Barcelona aos 39 minutos. Em jogada pela esquerda, Iniesta brigou pela bola, mas Kurzawa se enrolou com Trapp e acabou fazendo contra. Era o segundo ainda no primeiro tempo.

A conversa no intervalo parecia ter feito bem ao PSG, que foi para cima do Barcelona. Mas o lance com um minuto foi apenas um suspiro. Isso porque no lance seguinte, Neymar cortou Meunier, que o derrubou com a cabeça. O pênalti, assinalado pelo árbitro de linha, foi bem convertido por Messi: 3 a 0. Foi o 11° gol do argentino, artilheiro isolado da competição.

O lateral belga queria se redimir. Pela direita, ele cruzou e Cavani acertou a trave. O PSG parecia ter se encontrado no jogo, talvez por um certo cansaço do Barcelona.  Com Di María em campo, na vaga do apagado Lucas, o time de Unai Emery foi encontrando espaços para, ao menos, sair do sufoco defensivo. Com mais fôlego, chegou ao primeiro gol. Após lançamento, Kurzawa ajeitou de cabeça e o camisa 9 fuzilou Ter Stegen.

O gol de Cavani deixou o Barcelona em maus lençóis, precisando de três gols. E quem quase marcou outro foi o uruguaio, mas desta vez Ter Stegen salvou. Luis Enrique fez algumas mudanças para tentar alterar o panorama da partida. Arda Turan entrou na vaga de Iniesta e passou a se movimentar pelos dois lados. Fez tabelinhas com Neymar pela esquerda, mas não tinha a mesma efetividade.

Os dois times passaram a se alternar no ataque, e Di María chegou a perder uma chance boa. Aos 42 da segunda etapa, Neymar marcou o quarto em linda cobrança de falta. O Barcelona ganhou fôlego e chegou ao quinto gol dois minutos depois, após pênalti em Suárez. Neymar cobrou bem e fez. 

E faltava um gol e os acréscimos. Faltava aquele que iria coroar um time que tentou desde o princípio transformar o improvável em situação real. Até Ter Stegen foi para a área. Mas coube ao contestado Sergi Roberto escorar cruzamento de Neymar e vencer Trapp, para garantir a classificação do Barcelona.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 6  X 1 PSG


Data/Hora: 08/03/2017, às 16h45 (de Brasília)
Local: Camp Nou, Barcelona (ESP)
Árbitro: Deniz Aytekin (ALE)

Cartões amarelos: Piqué, Busquets, Rakitic, Neymar e Suárez (BAR), Matuidi, Draxler, Cavani, Marquinhos e Verratti (PSG)

GOLS: Suárez - 2'/1°T (1-0), Kurzawa (contra) - 39'/1°T (2-0), Messi - 4'/2°T (3-0), Cavani - 16'/2°T (3-1), Neymar - 42'/2°T (4-1), Neymar - 44'/2T (5-1), Sergi Roberto - 51'/2°T (6-1)

BARCELONA: Ter Stegen; Piqué, Mascherano e Umtiti; Rafinha (Sergi Roberto - 30'/2°T), Rakitic (André Gomes - 38'/2°T), Busquets e Iniesta (Arda Turan - 19'/2°T); Messi, Suárez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.

PSG: Trapp; Meunier (Krychowiak - 48'/2°T), Thiago Silva, Marquinhos e Kurzawa; Matuidi, Rabiot e Verratti; Draxler (Aurier - 29'/2°T), Cavani e Lucas (Di María - 10'/2°T). Técnico: Unai Emery.

E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Facebook Lance Twitter Lance