LANCE! Espresso: Modric é o melhor do mundo, mas o futebol ainda não começou uma nova era
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LANCE! Espresso: Modric é o melhor do mundo, mas o futebol ainda não começou uma nova era

The Best - Modric
Luka Modric recebeu a honraria de melhor jogador do mundo na última segunda-feira (Foto: Ben Stansall/AFP)
Fabio Chiorino e Rodrigo Borges -
São Paulo (SP)
Depois de dez anos de domínio de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, a Fifa entregou ontem o prêmio de melhor jogador do mundo para o croata Luka Modric, que, após levantar o título da Liga dos Campeões pelo terceiro ano seguido com o Real Madrid, conduziu a Croácia à final da Copa do Mundo. Houve quem visse no dia 24 de setembro uma data histórica, como fim de uma era. Pois dizemos aqui: é melhor ter cautela. Não há qualquer indício que aponte que Messi e Cristiano estão ficando para trás. Sim, o argentino tem 31 anos, e o português, 33. Isso, no caso de ambos, não quer dizer muita coisa. Nenhum dos craques sofreu lesões importantes na carreira. Cristiano é fisicamente um monstro e cuida do corpo com uma obsessão quase doentia. O rival do Barcelona não fez sua melhor temporada da carreira, verdade, mas foi ótimo tanto no Campeonato Espanhol quanto na Copa do Rei. É natural que se queira apontar o fim de um reinado e enxergar uma passagem de bastão. Mas ainda é cedo para cravar a mudança. Modric foi eleito de forma justa pelo que fez. Mas não será surpreendente se Messi, sem o peso da seleção argentina, e Cristiano, agora determinado a dar à Juventus seu terceiro título da Liga dos Campeões, voltassem a ganhar o troféu da Fifa. Os dois ainda ocupam, sim, o degrau mais alto do futebol mundial.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises e contextualização de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges.Clique aqui e inscreva-se.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance