Justiça nega pedido de anulação de Benzema em caso de chantagem
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Justiça nega pedido de anulação de Benzema em caso de chantagem

Benzema - Real Madrid
Benzema marcou dois gols na vitória do Real Madrid, nesta quarta-feira, sobre o Viktoria Pilsen (Foto: Mladen Antonov / AFP)
LANCE! - 08/11/2018 - 11:03
Paris (FRA)
Benzema vai continuar sua trajetória nos tribunais. Seugndo o jornal espanhol 'As', a Justiça da França rejeitou, nesta quinta-feira, o recurso que pedia a anulação do caso de chantagem feita pelo jogador e mais três acusados contra o Mathieu Valbuena, atual atacante do Fenerbahce. Com isso, a investigação permanece.

A defesa de Benzema pedia a anulação do caso por conta da atuação de um suposto policial infiltrado, que faria com que a investigação fosse irregular. O Tribunal de Apelação de Paris, porém, não acatou o pedido dos advogados.


Relembre o caso
Em 2015, Valbuena procurou a polícia para denunciar que bandidos pediam dinheiro e ameaçavam que um vídeo íntimo envolvendo o jogador fosse divulgado. Foi descoberto, porém, que Benzema era amigo de infância de um dos envolvidos na chantagem e teria incentivado o então atacante do Olympique de Marselha a pagar a quantia pedida pelos bandidos, estipulada em 150 mil euros (R$ 612 mil).

Karim Zenati, um dos chantagistas e amigo de infância de Benzema, já tinha sido detido por assalto à mão armada e por transportar 200kg de haxixe, segundo o jornal português 'Expresso'. A rádio francesa 'Europe 1' chegou a divulgar, em 2015, um áudio entre Benzema e Zenati em que ambos riam de Valbuena e falavam da chantagem.

- Valbuena acha que estamos brincando com ele. Eu disse: 'Se quer destruir o vídeo, o meu amigo vem te ver em Lyon, te dou minha palavra de que não há outra cópia - disse Benzema, no áudio

O caso fez com que o treinador Didier Deschamps cortasse os dois jogadores da seleção francesa. Desde então, o atacante do Real Madrid não foi convocado e ambos não fizeram parte do título mundial da França, na Rússia.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance