Jogar de novo Itália x Suécia ou Juve x Real? Buffon dá resposta curiosa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jogar de novo Itália x Suécia ou Juve x Real? Buffon dá resposta curiosa

  •  Buffon - Itália x Suécia
    Imagens recentes de Buffon (Foto: Marco Bertorello / AFP)
  •  Buffon - Juventus x Barcelona
    Imagens recentes de Buffon (Foto: Marco Bertorello / AFP)
  •  Buffon - Itália x Suécia
    Imagens recentes de Buffon (Foto: Marco Bertorello / AFP)
  •  Buffon - Juventus
    Imagens recentes de Buffon (Foto: Divulgação / Juventus)
  •  Buffon -Juventus
    Imagens recentes de Buffon (Foto: AFP)
  •  O goleiro Buffon mais uma vez sendo enaltecido pela torcida da Juventus
    Imagens recentes de Buffon (Foto: TIMOTHY A. CLARY / AFP)
  •  Buffon - Itália x Suécia
    Imagens recentes de Buffon (Foto: Miguel Medina / AFP)
LANCE! - 02/01/2018 - 12:37
Turim (ITA)
Lenda do futebol italiano e mundial, Gianluigi Buffon sofreu dois eloquentes baques em 2017. O primeiro se deu em junho, quando perdeu a final da Liga dos Campeões pela Juventus - onde está desde 2001 - para o Real Madrid (4 a 1). O segundo, mais recente, se deu no dia 13 de novembro, data da eliminação da Itália diante da Suécia, na repescagem para a Copa do Mundo de 2018.

Ainda sem a Champions no currículo e agora sem a credencial para disputar o Mundial da Rússia, Buffon concedeu uma entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport", nesta terça-feira, e respondeu a seguinte questão: "se pudesse voltar atrás e jogar novamente um dos reveses, qual seria?". A resposta é curiosa. 

- Não repetiria Itália x Suécia. Não falhamos com nosso espírito, atitude ou união, mas revelamos ter alguns limites. (...) Voltaria a jogar a final de Cardiff porque, se contra a Suécia demos 80% ou 90%, contra o Real Madrid nos faltou unidade no segundo tempo, algo que sempre foi nosso ponto forte. 

- Talvez tenhamos pensado que podíamos jogar de igual para igual e não é assim. Há valores diferentes. Uma equipe especialista deve entender que pode vencer de qualquer outra de uma determinada maneira. Quando o nível sobe, é preciso estar muito atento - completou o goleiro de 39 anos. 


Para o Real, o vice de Buffon e companhia veio após a Velha Senhora sofrer uma goleada. Já contra a Suécia, que venceu na ida por 1 a 0, o último jogo da repescagem encerrou sem gols, em Milão. Na ocasião, a imprensa local e muitos torcedores apontaram o técnico Gian Pietro Ventura como principal culpado. Buffon, por sua vez, aliviou o experiente comandante. 

- Não o reprovo em nada e não é retórica porque quando as equipes fracassam a culpa é de todos. Há momentos que você não está à altura. Nunca foi fácil contra a Suécia, nem sequer quando éramos muito bons - opinou. 

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance