L! Espresso: 'Vandalismo não é uma exclusividade do futebol tupiniquim'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

L! Espresso: 'Vandalismo não é uma exclusividade do futebol tupiniquim'

Espresso
Espresso
Luiz Fernando Gomes - 12/03/2018 - 18:32
São Paulo (SP)
Sejamos justos. Vandalismo e reações exacerbadas de torcedores não são uma exclusividade do futebol tupiniquim. Os jogadores do Lille passaram por momentos de tensão no sábado, quando, após a partida contra o Montpellier, no estádio Pierre-Mauroy, torcedores insatisfeitos com o empate em 1 a 1, que manteve o clube na penúltima colocação da Ligue 1, invadiram o gramado para protestar e partiram para cima dos jogadores, agredindo vários membros da equipe e da comissão técnica. Um brasileiro estava entre os atacados, o volante Thiago Mendes que contou o que sentiu dentro do campo diante da turba enfurecida: “Foi de repente. A gente não teve reação. Fui agredido por uma torcedora. Ela chegou, me deu um soco no peito, pegou minha camisa, puxou. Eu fiquei parado, na minha, não faria nada, ainda mais porque era uma mulher. Depois chegou um segurança e a retirou”. A intenção da torcida era invadir os vestiários, mas seguranças conseguiram armar um cordão de isolamento. Por conta da baderna, o Lille deverá ter o estádio interditado, ser punido e dificilmente vai escapar do rebaixamento.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises e contextualização de Luiz Fernando Gomes. Clique aqui e inscreva-se.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance