menu button lance
lancelogo lancelogo lance
TEMPO
REAL

Diego Costa, Filipe Luís, James e Martínez na mira do fisco espanhol

  •  Chelsea x Southampton - Diego Costa
    Diego Costa atua no Chelsea AFP
  •  Chelsea x Southampton - Diego Costa
    Diego Costa atua no Chelsea AFP
  •  Diego Costa
    Diego Costa atua no Chelsea (Foto: OLI SCARFF / AFP)
  •  Filipe Luís - Atlético de Madrid
    Filipe Luís é do Atlético de Madrid (Foto: Divulgação)
  •  Mahrez e Filipe Luís - Leicester x Atlético de Madrid
    Filipe Luís é do Atlético de Madrid (Foto: Miguel Riopa / AFP)
  •  Filipe Luís - Atlético de Madrid x Bayern de Munique
    Filipe Luís é do Atlético de Madrid PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP
  •  James Rodríguez: R$ 168,5 milhões
    James Rodríguez é jogador do Real Madrid (Foto: GERARD JULIEN / AFP)
  •  James Rodríguez - Leganés x Real Madrid
    James Rodríguez é jogador do Real Madrid (Foto: Javier Soriano / AFP)
  •  James Rodríguez - Real Madrid x Leonesa
    James Rodríguez é jogador do Real Madrid JAVIER SORIANO / AFP
  •  Jackson Martinez
    Jackson Martínez atua no Guangzhou (Foto: Reprodução / Twitter)
  •  Jackson Martinez - Guanghzou Evergrande
    Jackson Martínez atua no Guangzhou (Foto: STR / AFP)
  •  Jackson Martinez - Guanghzou Evergrande
    Jackson Martínez atua no Guangzhou (Foto: STR / AFP)
LANCE! - 23/06/2017 - 18:44
Madri (ESP)
A Fiscalia espanhola promete não dar brecha para os jogadores de futebol que passam pelo país. De acordo com o jornal "El Confidencial", mais quatro jogadores entraram na mira da Justiça do país ibérico por suposto esquema de fraude fiscal: o lateral-esquerdo Filipe Luís, o meia James Rodríguez e os atacantes Diego Costa e Jackson Martínez. Todos eles são agencidados pelo empresário Jorge Mendes, que também gerencia a carreira de Cristiano Ronaldo.

A Justiça busca saber se houve ilegalidade nas transferências do quarteto. Dois deles - Filipe Luís e James Rodríguez - atuam no país por Atlético de Madrid e Real Madrid, respectivamente. Já Diego Costa é jogador do Chelsea, enquanto Jackson Martínez deixou o futebol espanhol rumo ao Guangzhou Evergrande, da China, em uma das maiores transações do futebol do país.

Segundo o "El Confidencial", a principal suspeita da Justiça seria a de que os quatro jogadores teriam colocado parte da verba da transferência em bancos de outros países, o que configura uma fraude nas tributações da Espanha. O jornal aponta que este é o método usado pelos gerenciados por Jorge Mendes que são denunciados.

E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Facebook Lance Twitter Lance