Veja 16 times 'improváveis' que já disputaram final de Champions
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



10/05/2019 | 16:40

Veja 16 times 'improváveis' que já disputaram final de Champions

  •  Montagem - Roberto Mancini (Sampdoria), Peter Shilton (Leeds United) e Mihajlovic (Estrela Vermelha)
    Real Madrid, Barcelona, Liverpool, Bayern de Munique e Milan são alguns dos grandes clubes que já conquistaram a Liga dos Campeões.Nesta edição, o Tottenham é um estreante e decide com o Liverpool quem vai ser o campeão. Outros estreantes também tiveram suas chances de conquistarem pela primeira vez, alguns conseguiram outros não. Clubes de menor expressão como Brugge, Sampdoria, Leeds United, Malmö, Eintracht Frankfurt e Borussia Monchengladbach já disputaram uma final, mas não ganharam. Celtic e Nottingham Forest, por exemplo, abraçaram a oportunidade e foram campeões. Veja uma lista com clue (Foto: Reprodução)
  •  Em 1956 o Real Madrid venceu a primeira edição da Liga batendo o francês Stade Reims por 4 a 3
    O Reims fez a primeira final da história da Liga dos Campeões, em 1955/56. O clube francês perdeu para o Real Madrid, por 4 a 3. Rial, Marquitos e Di Stéfano fizeram os gols merengues. Hidalgo, Templin e Leblond descontaram. O Reims chegou a outra final, em 1958/59 e, novamente, perdeu para o Real Madrid. Dessa vez, o placar foi 2 a 0. Mateos e Di Stéfano (artilheiro da edição, com seis gols) marcaram os gols (Foto: AFP)
  •  1959-60 - Real Madrid 7 x 3 Eintracht Frankfurt
    O Eintracht Frankfurt foi finalista em 1959/60. O Real Madrid venceu o clube alemão na final e não deu chances para o rival. Di Stéfano marcou três e Puskás fez quatro. O placar final? 7 a 3 para os Merengues. Kress e Stein (2) descontaram para os alemães (Foto: Reprodução)
  •  O Celtic levou o caneco para a Escócia na edição 1966-1967
    O Celtic conseguiu o inédito título na temporada de 1966/67. Os escoceces venceram o Internazionale, por 2 a 0, com gols de Stephen Chalmers e Tommy Gemmell. Esse é o único título da competição do Celtic (Foto: STF / AFP)
  •  Outro holandês, o Feyenoord, ganhou em 1969–70
    O Celtic teve a oportunidade de conquistar seu segundo título da Liga dos Campeões, em 1969/70. O campeão, porém, foi o Feyenoord. O clube holandês venceu a partida na prorrogação, com o gol decisivo de Ove Kindvall. No tempo regulamentar, os escoceses abriram o placar com Tommy Gemmell e Marinus Israel empatou (Foto: STAFF / AFP)
  •  Panathinaikos 1970/1971
    O Panathinaikos foi o primeiro clube grego a chegar em uma final de Liga dos Campeões. O título, porém, não veio. O campeão foi o Ajax, em 1970/71, que venceu o jogo por 2 a 0, com gols de Haan e Dirk van Dijk. Os holandeses ainda contavam com Neeskens e Johan Cruyff Reprodução
  •  Leeds United 1975
    O modesto Leeds United chegou na final da Liga dos Campeões, em 1974/75. O clube inglês já tinha eliminado o Barcelona, na semifinal, mas não aguentou o Bayern de Munique na decisão. Os Bávaros venceram por 2 a 0, com gols de Roth e do lendário Gerd Muller Reprodução
  •  Saint-Étienne x Bayern de Munique 1975/1976
    Em 1975/76, o Saint-Étienne chegou na final da competição, mas também perdeu para o Bayern de Munique. O placar final foi 1 a 0, com gol de Roth. Os Bávaros tinham uma grande equipe, com Sepp Maier no gol, Franz Beckenbauer, Rummenigge, Uli Hoeness (atual presidente do clube) e Ger Müller Reprodução
  •  1976-77 Liverpool 3 x 1 Borussia Mönchengladbach
    O Borussia Monchengladbach teve a chance de fazer história, mas perdeu o título em 1976/77 para o Liverpool. Os Reds ganharam de 3 a 1, com gols de McDermott, Smith e Phil Neal. Simonsen fez o único gol dos alemães, que também contava com Jupp Heynckes no ataque. O alemão conquistou o título com o Bayern de Munique, como treinador, em 2012/13 (Foto: Reprodução)
  •  1977-78 - Liverpool 1 x 0 Club Brugge
    O Club Brugge é o único time belga da história que chegou em uma final de Liga dos Campeões. Em 1977/78, os belgas chegaram na final com o Liverpool. Os Reds, porém, venceram por 1 a 0, com gol de Kenny Dalglish, um dos maiores jogadores da história do clube (Foto: Reprodução)
  •  Hoje no esquecimento, o inglês Nottingham Forest ganhou as edições de 1978–79 e 1979–80
    A final de 1978/79 foi inédita para duas equipes. Nottingham Forest e Malmö (único clube sueco a chegar na final) decidiram aquela edição. O clube inglês levou a melhor e ganhou, por 1 a 0, com gol de Trevor Francis. Na temporada seguinte, o Nottingham Forest conseguiu o bicampeonato, ao vencer o Hamburgo, por 1 a 0, com gol de Robertson. O goleiro daquela equipe era Peter Shilton, um dos maiores de todos os tempos (Foto: ROBERT VANDEN BRUGGE / BELGA / AFP)
  •  Vivendo períodos conturbados, o Aston Villa se orgulha de ter dado a volta olímpica na edição de 1981-82
    O Aston Villa fez história em 1981/82. O clube inglês venceu o Bayern de Munique, que tinha um grande time na época, com Breitner, Hoeness e Rummenigge. A vitória foi por 1 a 0, com gol de Withe (Foto: DERRICK CEYRAC / AFP)
  •  Steua Bucarest 1988/1989
    O Steua Bucarest chegou na final em 1988/89, mas teve o 'azar' de pegar o Milan de Maldini, Tassoti, Costacurta, Baresi, Rijkaard, Van Basten e Gullit. Os Rossoneri venceram por 4 a 0 (já tinha feito 5 a 0 no Real Madrid, nas semis), com gols de Van Basten (2) e Gullit (2) Reprodução
  •  O Estrela Vermelha ganhou em 1990-1991
    O Estrela Vermelha conseguiu seu único título de Liga dos Campeões em 1990/91. O 0 a 0 com o Olympique de Marselha, na final, garantiu o título para os sérvios, que conquistou a vitória nas penalidades (Foto: JACQUES DEMARTHON, PATRICK HERTZOG / AFP)
  •  O Olympique de Marselha	ganhou a edição de 1992–93
    O Olympique de Marselha conseguiu a redenção em 1992/93. Os franceses venceram por 1 a 0, com gol de Boli, o Milan. Os Rossoneri tinham uma grande equipe, com Van Basten, Maldini, Albertini, COstacurta e Rijkaard. Os franceses, porém, contavam com Desailly, Boksic, Völler, Ayew e Deschamps. O artilheiro dessa edição foi Romário, com sete gols, quando defendia o PSV (Foto: GEORGES GOBET / AFP)
  •  Roberto Mancini Sampdoria
    A Sampdoria tinha uma grande equipe na década de 90. Mancini (atual treinador da Itália), Lombardo, Toninho Cerezo e Vialli eram alguns dos destaques da Samp. Os italianos chegaram na final, em 1991/92, contra o Barcelona. Os catalães, porém, venceram, com gol de Koeman, por 1 a 0, já na prorrogação. Guardiola, Laudrup e Stoichkov também defendiam o Barça (Foto: Reprodução)
SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance