CR7 diz que não é amigo de Messi e afirma que merece mais Bolas de Ouro que o argentino
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

CR7 diz que não é amigo de Messi e afirma que merece mais Bolas de Ouro que o argentino

Cristiano Ronaldo - Juventus
Cristiano Ronaldo falou sobre a manutenção de sua boa forma nos últimos 15 anos (Foto: AFP)
LANCE! - 18/09/2019 - 11:39
Turim (ITA)
Dono de cinco prêmios de melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo admitiu que merece mais alguns até o fim de sua carreira. Em entrevista ao programa 'Good Morning Britain', o português elogiou Messi, mas afirmou que merece mais Bolas de Ouro que o argentino. O atacante lusitano da Juventus também falou sobre sua relação com o craque do Barcelona.

- Messi está na história do futebol. Mas penso que devo ter seis, sete ou oito (Bolas de Ouro) para ficar acima dele. Gostaria muito que isso acontecesse, mereço isso. Meu relacionamento com ele é que não somos amigos, mas compartilhamos esse cenário há 15 anos. Eu sei que ele me levou a ser um jogador melhor, e eu o levei a ser um jogador melhor também - comentou, emendando:

- Tenho certeza de que estou na história do futebol pelo que fiz e sigo fazendo, como um dos melhores, para mim o número um. Mas, para alguns fãs, se o número um é outro e eu o segundo, não me importo. É bom que as pessoas apreciem o meu trabalho. Quando eles me dizem que sou o melhor, sinto orgulho. É verdade que sou bom, mas a melhor coisa que tenho é a minha mente. Os números não mentem - completou.

E MAIS:
Durante a entrevista, Cristiano continuou exaltando suas conquistas e falou sobre a manutenção de seu alto nível como atleta profissional. Sem modéstia, o jogador afirmou que 'os recordes o perseguem'.

- O importante é o esforço, a dedicação, o trabalho duro ... O talento simplesmente não é o suficiente. Se você não se dedicar 100%, não terá o nível que deseja. É parte do meu sacrifício, minha obsessão em vencer, de ter sucesso. Quando digo sucesso, eu trabalho por isso. Eu me dedico tanto, isso é parte de mim. Os recordes são parte de mim. Não sigo os recordes, os recordes me seguem - disse, complementando:

- Sou viciado no sucesso e não acho que seja algo ruim, acho que é bom. Isso me motiva. Se você não está motivado, é melhor parar. Em casa, como, tiro um cochilo rápido e brinco com as crianças. Depois, tenho que me exercitar. Ainda que sejam 30 ou 40 minutos. Isso, no fim, faz a diferença, dá para notar. Por isso, tenho 34 anos e parece que tenho 28 - encerrou Cristiano.

Facebook Lance Twitter Lance