Conheça 20 craques que nunca venceram a Liga dos Campeões
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



03/10/2018 | 09:13

Conheça 20 craques que nunca venceram a Liga dos Campeões

  •  Zico (Udinese), Romário (Barcelona) e Ronaldo (Real Madrid)
    A Liga dos Campeões é um verdadeiro celeiro de craques. Alguns grandes craques da história do futebol, porém, nunca conseguiram conquistar a principal competição européia. Jogadores do porte de Maradona, Ronaldo, Romário, Totti, Ibrahimovic, Batistuta, entre outros. Cinco jogadores ganharam o prêmio de melhor jogador do mundo e não venceram o torneio, assim como alguns campeões do mundo. Confira a galeria completa com 20 craques que nunca venceram a Champions. Já conhece LANCE! Premium League? No aplicativo é possível usar conhecimentos de futebol para criar seu time, escalar o elenco e disputar a Liga dos Campeões. Veja se você é um bom manager/técnico! Para participar, basta baixar o aplicativo no seu celular (já disponível para Android e na App Store) fazer o cadastro e definir o nome do seu time. (Fotos: Arquivo L!)
  •  Maradona - Napoli
    Mardona é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Considerado por muitos o maior jogador da história da Argentina, conduziu a seleção de seu país no título da Copa do Mundo de 1986 e virou ídolo no Napoli, por ter conquistado os dois únicos títulos do Campeonato Italiano (1986/87 e 1989/90) da história do clube napolitano. Na Europa, também jogou no Barcelona e no Sevilla. Na Liga dos Campeões, porém, nunca conseguiu a glória (Foto: Reprodução de internet)
  •  Romário - Barcelona
    Romário foi um dos maiores jogadores da história do futebol. Campeão do mundo com o Brasil, em 1994 e eleito melhor do mundo no mesmo ano do tetra. Com mais de 1000 gols na carreira, Romário jogou pelo Barcelona, Valencia e PSV. O mais próximo que chegou de conquistar a orelhuda foi na temporada de 1993/94. O Barcelona, porém, perdeu a final para o Milan, por 4 a 0 (Foto: Reprodução de internet)
  •  Zico com a camisa da Udinese
    Já consagrado como um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, Zico já tinha conquistado três Brasileiros, uma Libertadores e um Mundial de clubes, quando foi contratado pela Udinese. Contratado para ser o principal jogador, Zico jogou 53 jogos e marcou 44 gols, se tornando um dos maiores jogadores da história do clube. Quando foi contratado, a diretoria do Udinese prometeu trazer mais jogadores para montar um time mais competitivo, mas não cumpriu a promessa. Com isso, Zico não conquistou nenhum título pelo clube italiano e também nunca conseguiu se classificar para a Liga dos Campeões (Foto: Divulgação)
  •  Ronaldo - Inter
    Ronaldo é um dos maiores jogadores de todos tempos. Com história no Barcelona, Internazionale, Milan e Real Madrid, além de dois títulos de Copas do Mundo (1994 e 2002), o Fenômeno marcou época dentro de campo. Ronaldo, porém, nunca conquistou a Liga dos Campeões, uma das poucas competições que o brasileiro não triunfou (Foto: AFP)
  •  Totti
    Francesco Totti foi um dos raros jogadores de um clube só. Maior ídolo da história da Roma, Totti defendeu a equipe da capital italiana por 24 anos. Conquistou o Campeonato Italiano, de 2000/01 e duas Copas da Itália (2006/07 e 2007/08). O italiano disputou nove edições da competição, mas nunca conquistou o título. É o jogador mais velho a marcar na Liga dos Campeões: em 2014, no empate em 1 a 1, contra o Manchester City, Totti marcou o gol de honra da Roma e, aos 38 anos, se tornou o jogador mais velho a marcar na Liga dos Campeões FOTO: Reprodução
  •  Ibrahimovic (Ajax, Juventus, Inter de Milão, Barcelona, Milan, PSG, Manchester United) - 15 participações
    Ibrahimovic é um dos maiores craques recentes do futebol. O sueco, conhecido por seus gols acrobáticos e personalidade afiada, jogou em diversos clubes grandes, como Internazionale, Milan, Juventus, Barcelona, Manchester United e PSG. Grande artilheiro e maior jogador da história da Suécia, Ibrahimovic é um dos jogadores ainda em atividade que nunca conquistou a Liga dos Campeões. Saiu da Internazionale e foi para o Barcelona, uma temporada antes da equipe ser campeã, em 2009/10. Depois, quando saiu do Barcelona, o clube catalão venceu a competição, uma temporada depois, em 2010/11 (Foto: BEN STANSALL / AFP)
  •  Buffon - PSG
    Outro jogador ainda em atividade que nunca venceu a Liga dos Campeões e que já, reconhecidamente, um dos maiores jogadores em sua posição da história do futebol, Gianluigi Buffon defendeu a Juventus, por 17 anos e perdeu três finais da Liga dos Campeões. O primeiro vice foi em 2003/03, o segundo em 2015, para o Barcelona e o último, em 2017, para o Real Madrid. Atualmente defende o PSG e ainda tem chance de conquistar o seu primeiro título (Foto: Damien Mayer / AFP)
  •  Batistuta - Fiorentina
    Segundo maior artilheiro da história da seleção argentina e ídolo da Fiorentina, Gabriel Batistuta foi um dos maiores atacantes da Argentina. Em toda sua carreira, marcou 238 gols em 430 jogos, por clubes. Com a camisa da Viola nunca disputou a Liga dos Campeões. Conquistou o Campeonato Italiano com a Roma, em 2000/01, mas foi eliminado nas oitavas de final com o clube da capital (Foto: Reprodução)
  •  97 - George Weah
    Um dos maiores jogadores africanos de todos os tempos e único jogador do continente que conquistou o prêmio de melhor jogador do mundo, George Weah nunca conquistou a Liga dos Campeões. O mais próximo que chegou foi com o PSG, em 1995. O clube parisiense foi eliminado nas semifinais pelo Milan. Weah terminou como o artilheiro da competição, com sete gols (Foto: Reprodução)
  •  2006 - Fabio Cannavaro (Juventus/Itália)
    Fábio Cannavarro foi um dos maiores zagueiros da história de futebol italiano. Foi campeão do mundo com a Itália (2006) e eleito melhor jogador do mundo pela Fifa, no mesmo ano, sendo o único zagueiro a conquistar tal prêmio. O italiano defendeu as cores de grandes clubes europeus, como Juventus, Internazionale e Real Madrid, mas nunca conquistou a Liga dos Campeões (Foto: CARLO BARONCINI / AFP)
  •  Bergkamp - Arsenal
    Um dos maiores talentos da história da Holanda, o atacante Dennis Bergkamp marcou história no Arsenal. Ao todo, pelo clube, foram 394 partidas, com 105 gols e 63 assistências, além de três títulos da Premier League (1998, 2002 e 2004). Na Liga dos Campeões, porém, não teve vida fácil. Chegou duas vezes nas quartas de final (2000/01 e 2003/04) e, já no final da carreira, ficou no banco na final contra o Barcelona, em 2005/06 (Foto: Arquivo Lance!)
  •  A vocação para gols do holandês Ruud van Nistelrooy o levou a ser artilheiro pelo Manchester United na edição 2004/2005 com oito gols
    Artilheiro em clubes como Real Madrid, Manchester United e PSV, o atacante Rudd van Nistelrooy marcou 56 gols na Liga dos Campeões e foi o artilheiro em três edições diferentes. O holandês é o quinto maior artilheiro da competição, mas nunca levantou o caneco (Foto: PAUL BARKER / AFP)
  •  96 - Roberto Baggio
    Um dos maiores jogadores italianos de todos os tempos, Roberto Baggio virou queridinho dos brasileiros por ter perdido o pênalti decisivo, na final contra o Brasil, na Copa do Mundo de 1994. Com passagens por Milan, Internazionale, Juventus, Fiorentina e Brescia, Baggio nunca conquistou a Liga dos Campeões. Foi eliminado na fase de grupos, em 1996/97, com o Milan e depois perdeu nas quartas de final, em 1997/98, com a Internazionale (Foto: Reprodução)
  •  Pavel Nedved - Juventus
    Com 327 jogos, 65 gols e 34 assistências pela Juventus, Pavel Nedved é um dos maiores jogadores da história do clube e da República Tcheca. O meia, porém, nunca conquistou a Liga dos Campeões, mas chegou perto. Defendendo a Juve, alcançou a final da competição na temporada de 2002/03, mas perdeu o título para o rival Milan, nos pênaltis Divulgação
  •  Shearer - Newcastle
    Maior ídolo da história do Newcastle (foram dez anos de clube), Alan Shearer é o maior artilheiro da história da Premier League, com 260 gols. O atacante inglês também fez história ao conquistar a competição com a camisa do Blackburn, em 1995. Na Liga dos Campeões, porém, Shearer nunca disputou a segunda fase (Foto: Reprodução)
  •  Matthaus - Bayern Munique
    Eleito melhor jogador do mundo em 1990, o atacante Lothar Matthäus conquistou a Copa do Mundo (1990), sete títulos do Campeonato Italiano, com o Bayern de Munique e um do Campeonato Italiano, com a Internazionale. Na Liga dos Campões, foi vice com o Bayern, na histórica final de 1999, contra o Manchester United. Se aposentou em 2000 e o Bayern venceu na temporada seguinte (Foto: Reprodução)
  •  Thuram (Juventus)
    O lateral francês Liliam Thuram foi um dos destaques da França no título da Copa do Mundo de 1998. O francês também foi protagonista nos clubes que passou. Na Liga dos Campeões, porém, bateu na trave. Em 2003, com a Juventus, chegou a final, mas perdeu para o Milan. Chegou no Barcelona em 2006 e se aposentou no clube catalão, em 2008. Na temporada seguinte, o Barcelona conquistou o título da competição Reprodução
  •  Patrick Vieira
    Patrick Viera foi campeão da Copa do Mundo (1998) com a França e fez história no Arsenal. O francês conquistou três títulos da Premier League com a equipe inglesa, inclusive o histórico, em 2002, que o clube conquistou de forma invicta. Vieira, porém, deixou os Gunners, uma temporada antes da equipe chegar a final da Liga dos Campeões, contra o Barcelona, em 2005/06. O jogador depois foi para a Inter de Milão, em 2006, mas saiu em 2010 para o Manchester City e não fez parte do elenco que conquistou o título da Champions, em 200/10 (Foto: Divulgação)
  •  Michael Ballack - Bayer Leverkusen
    Michael Ballack foi um dos grandes jogadores que o futebol alemão já produziu. O meia vestiu as camisas de Chelsea e Bayern de Munique, e é um dos maiores ídolos da história do Bayer Leverkusen. O alemão, porém, foi duas vezes vice-campeão da Liga dos Campeões. Primeiro com o Leverkusen, em 2001/02, na final contra o Real Madrid. Depois, com o Chelsea, em 2007/08, na final contra o Manchester United (Foto: Divulgação)
  •  Eric Cantona
    Eric Cantona foi um grande atacante francês e colecionador de polêmicas. Com habilidade inconstestável, o jogador conquistou quatro títulos da Premier League com o Manchester United. Em 1996, porém, foi suspenso por agredir um torcedor durante uma partida contra o Crystal Palace. Se aposentou precocemente, aos 30 anos e, talvez por isso, nunca conquistou o título da Liga dos Campeões Eric Cantona (Foto: Arquivo Lance!)
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance