Com gol a 11 segundos e Lucas Moura no estádio, Tottenham bate o United
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com gol a 11 segundos e Lucas Moura no estádio, Tottenham bate o United

Eriksen - Tottenham x Manchester United
Eriksen comemora o primeiro gol do Tottenham com Trippier (Foto: Adrian Dennis / AFP)
LANCE! - 31/01/2018 - 19:54
Londres (ING)
Com gol relâmpago, o Tottenham não deu chances ao Manchester United e venceu o clássico inglês da 25ª rodada da Premier League por 2 a 0, em Wembley. Eriksen marcou com apenas 11 segundo de jogo, com Phil Jones, contra, ampliando o placar. Anunciado nesta quarta-feira pelos Spurs, Lucas Moura acompanhou a partida no estádio e foi saudado pela torcida.

O Tottenham chegou a 48 pontos, na quinta colocação. O Manchester United segue em segundo, com 53.

O torcedor que chegou ao seu assento no Estádio Wembley com ligeiro atraso perdeu o primeiro gol do Tottenham. Para desespero de José Mourinho, os Spurs marcaram na saída de bola. Precisamente aos 11 segundos, a defesa deu chutão para o ataque, Harry Kane desviou, Dele Alli tocou e Eriksen pegou de primeira, matando De Gea.

Lucas Moura - Tottenham x Manchester United
Lucas esteve no estádio de Wembley (Foto: Adrian Dennis / AFP)
Os presentes na mítica arena não esperavam um gol tão rápido. O United não se assustou e por pouco não empatou um minuto depois. Sánchez começou a jogada e rolou para Pogba deixar Lingard na boa, mas Lloris saiu bem nos pés do jovem inglês.

O jogo ficou bem parelho, com o Manchester United tentando sair para o jogo e o Tottenham se fechando, apostando nos contragolpes, marca característica da equipe. Os Red Devils rondaram a área de Lloris e ameaçaram. Martial mandou na rede pelo lado de fora, Lukaku levou perigo.

Mas quem marcou foi o Tottenham. Após troca de passes perfeita, Trippier recebeu na direita com liberdade e cruzou. Jones tentou cortar e acabou fazendo contra. Em seguida, os donos da casa reclamaram de pênalti após entrada na área de Valencia em Dele Alli.

Sánchez - Tottenham x Manchester United
Sánchez foi titular no Manchester United (Foto: Ian Kington / AFP)
Na etapa final, os Spurs seguiram controlando a partida, com Dembélé e Dier como leões na marcação dos meias do United, que pouco criaram. Os Red Devils não conseguiam encaixar um grande ataque, frustrando os torcedores e o técnico José Mourinho.

Se tinha a marcação encaixada, o toque de bola era refinado. Son, Eriksen e Dele Alli levavam os marcadores do time visitante à loucura. Em boa jogada, o sul-coreano fez De Gea fazer grande defesa. O goleiro foi à loucura, por conta da passividade do setor defensivo. Kane também levou perigo à meta do espanhol.

Apesar da boa vantagem, o Tottenham estava mais perto do terceiro gol do que o Manchester descontar em Wembley. Os Spurs quase ampliaram com seus homens de frente, mas pecaram nas finalizações. Mas não era necessário!

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance