Com ataques poderosos, City e Napoli duelam pelo Grupo F da Champions
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com ataques poderosos, City e Napoli duelam pelo Grupo F da Champions

Manchester City-ING x Napoli-ITA
City e Napoli são líderes em seus respectivos campeonatos nacionais 
LANCE! - 16/10/2017 - 17:40
Manchester (ING)
Dois dos ataques mais potentes da Europa estarão frente a frente nesta terça-feira. O Manchester City recebe no Etihad, às 16h45 (de Brasília), o Napoli, pela terceira rodada do Grupo F da Liga dos Campeões. Na outra partida da chave, Feyenoord encara, em Roterdam, o Shakhtar Donetsk.

O Manchester City lidera o grupo com seis pontos e 100% de aproveitamento. Shakhtar Donetsk e Napoli somam três. Já o Feyenoord ainda não pontuou.

O duelo promete muitos gols e ser muito disputado. O Manchester City lidera o Campeonato Inglês e já marcou 29 vezes em oito partidas. No Calcio, o Napoli também está na frente, com 100% de aproveitamento após oito rodadas. São 26 bolas na rede de Mertens, Insigne e Cia.

Pep Guardiola sabe das dificuldades que enfrentará diante do Napoli, no Etihad. Ele afirmou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, que o Manchester City terá que se adaptar ao estilo adotado pelos italianos, muito diferente do que é praticado na Premier League.

Guardiola - Manchester City
Guardiola elogiou o técnico do Napoli (Foto: Paul Ellis / AFP)
- Eles fazem muitas coisas em campo e todas elas perfeitamente. Não é um time que espera o adversário. Vão pressionar, sabem criar o jogo muito bem. Seus atacantes não recebem bolas longas, no meio há jogadores que saber ler o jogo. Não é segredo que são bons, ganharam da Roma, da Lazio... Não digo isso para distraí-los, é o que penso. Gosto muito de assistir ao Napoli e aprendo muito com as equipes de Sarri - afirmou Guardiola.

Na última partida pela Premier League, no sábado, o Manchester City não tomou conhecimento do Stoke e goleou por 7 a 2. Pep Guardiola voltou a dizer na coletiva que foi a melhor partida da equipe desde que chegou ao futebol inglês, no início da última temporada. O treinador reiterou ainda a qualidade do meia Kevin De Bruyne, que vem se destacando nas assistências. Contudo, não quis fazer comparações com um ex-comandado.

- A etiqueta 'The best' só é para um, mas acredito que De Bruyne é um dos melhores. Gostaria que todos os meus jogadores atingissem o nível de Messi, pois ganharíamos muitos jogos, mas não posso colocar essa pressão em De Bruyne. Todos gostam dele e ele é muito humilde. Não vou compará-lo a Messi, que está em outro nível, faz 60 gols por temporada.

De Bruyne e Guardiola - Manchester City x Stoke City
De Bruyne foi o cara da goleada sobre o Stoke (Foto: Oli Scarff / AFP)
Já o Napoli vem de importante vitória sobre a Roma, por 1 a 0, em pleno Estádio Olímpico. O triunfo garantiu a liderança isolada do Campeonato Italiano, com 100% de aproveitamento.

O bom rendimento no Calcio ainda não foi colocado em prática na Liga dos Campeões. A equipe tem uma vitória em dois jogos e faz um jogo decisivo contra o Manchester City. Em caso de derrota na Inglaterra, os napolitanos podem ficar em situação delicada no Grupo F.

- A classificação não depende do jogo desta terça-feira. O Manchester City joga em um nível diferente das outras equipes do grupo. Acredito que eles vão ganhar o grupo para que os jogos contra as outras equipes sejam decisivos para nós. Mas são estas partidas que nos tornam ainda mais fortes - disse Maurizio Sarri, treinador do Napoli.

Hamsik - Napoli
Hamsik concedeu entrevista coletiva (Foto: Paul Ellis / AFP)
Capitão da equipe do Sul da Itália, o meia Hamsik fez questão de elogiar o Manchester City.

- É um desafio fascinante, ambas as equipes jogam futebol espetacular.
Estou certo de que os torcedores terão a oportunidade de assistir duas equipes que querem jogar o melhor futebol. Nosso objetivo é jogar bem, queremos ganhar, sabemos que não será fácil, pois estamos enfrentando uma equipe muito, muito forte, mas sabemos que podemos jogar bem.

FEYENOORD RECEBE O SHAKHTAR

Em situação preocupante no Grupo F, o Feyenoord precisa desesperadamente da vitória diante do Shakhtar Donetsk, às 16h45 (de Brasília), para somar os primeiros três pontos na chave e não se distanciar de uma vaga na próxima fase da Liga dos Campeões.

- Estamos em um grupo forte, com três grandes adversários. O Shakhtar é mais um duro rival, e podemos nos preparar para um jogo difícil. Mas queremos obter bons resultados na Europa e, para isso, temos que vencê-los - declarou o técnico do Feyenoord, Giovanni van Bronckhorst.

Van Bronckhorst - Feyenoord
Van Bronckhorst quer vencer (Foto: Robin van Lonkhuijsen / AFP)
Do outro lado, Paulo Fonseca, comandante do Shakhtar Donetsk, acredita que será um confronto bastante ofensivo.

- Haverá duas equipes muito fortes em campo, que gostam de ter a posse de bola e dominar a partida. Para o Feyenoord, será um jogo ainda mais importante, por conta da posição deles na tabela. Então, espero um jogo franco e bem ofensivo.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance