Bravo! Goleiro fecha o gol, se destaca nos pênaltis, e City avança
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Bravo! Goleiro fecha o gol, se destaca nos pênaltis, e City avança

Bravo - Manchester City x Wolverhampton
Bravo foi o grande nome da partida (Foto: Anthony Devlin / AFP)
LANCE! - 24/10/2017 - 19:46
Manchester (ING)
No sufoco, o Manchester City avançou às quartas de final da Copa da Liga Inglesa. A equipe empatou em 0 a 0 com o Wolverhampton, líder da Segunda Divisão, e venceu nos pênaltis por 4 a 1. O grande nome da partida foi o goleiro Claudio Bravo. Além de fechar o gol no tempo normal, ele pegou dois pênaltis e ajudou na classificação dos Citizens.

O City apostou em um time misto diante do Wolverhampton, principalmente no setor defensivo. Danilo foi titular na lateral direita, com Zinchenko ocupando a esquerda. No ataque, Gabriel Jesus, Agüero, Sterling e Bernardo Silva começaram desde o início.

Pep Guardiola entrou com um esquema diferente. Yaya Touré e Gündogan não conseguiam fazer a bola girar com tanta rapidez e eficiência como De Bruyne e David Silva. Apesar disso, o City tinha a bola e criava lances de perigo para o gol dos Wolves.

As jogadas saíam mais pela qualidade dos homens de frente. Agüero teve duas boas oportunidades, Sterling desperdiçou outra, e a torcida já ficava ansiosa no Etihad. Do outro lado, os Wolves quase abriram o placar em uma bobeada da defesa. Mangala cochilou, Enobakhare passou pelo zagueiro e parou em Bravo, que pegou com o pé.

Sterling - Manchester City x Wolverhampton
Sterling tenta a finalização (Foto: Anthony Devlin / AFP)
O domínio da partida permaneceu com o City no segundo tempo. Mas os Wolves levavam perigo quando atacavam. O português Helder Costa apareceu na cara de Bravo, que fez grande defesa.

Com a bola e sem conseguir furar a defesa do Wolverhampton, Guardiola lançou De Bruyne no lugar de Gabriel Jesus. Em pouco tempo em campo, o belga deu mais qualidade no último passe. Em cruzamento preciso, ele colocou na área, o goleiro Norris espalmou e Sterling perdeu grande chance.

No último lance do tempo normal, Bravo voltou a salvar o City. Em contra-ataque, Enobakhare apareceu sozinho e bateu para grande defesa do chileno.

Já com Sané em campo, o City fez uma blitz na defesa do Wolves no início da prorrogação. Sterling teve duas boas chances e parou no goleiro Norris. A defesa do time visitante se segurou como poderia e levou a partida para os pênaltis.

Nas penalidades, o goleiro Bravo voltou a se destacar. Ele pegou as cobranças de N'Diaye e Coady e deu a classificação para o City, que marcou com De Bruyne, Yaya Touré, Sané e Agüero. O brasileiro Leo Bonatini fez o único dos Wolves.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance