Benfica, Porto e Sporting iniciam a briga pelo título do Campeonato Português neste final de semana
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Benfica, Porto e Sporting iniciam a briga pelo título do Campeonato Português neste final de semana

Montagem - Caio Lucas, Alex Telles e Bruno Fernandes
Caio Lucas, Alex Telles e Bruno Guimarães são os destaques dos times portugueses (Foto: Divulgação)
LANCE! - 08/08/2019 - 18:53
Lisboa (POR)
Ela está de volta! A Primeira Liga, como é carinhosamente chamado o Campeonato Português, vai ter a sua largada neste final de semana. O primeiro jogo é entre Portimonense e Belenenses, nesta sexta-feira. Benfica, atual campeão, estreia neste sábado contra o Paços de Ferreira, assim como o Porto, que joga contra o Gil Vicente, fora de casa. Outro candidato ao título, o Sporting joga no domingo, contra o Marítimo.

Ao LANCE!, o jornalista do jornal português A BOLA, Gonçalo Guimarães, comentou sobre a disputa do título da Liga, que ficará mais uma vez entre os gigantes do país e deu um panorama sobre a rivalidade entre os clubes.

- Teoricamente a hegemonia no futebol português era para ser dividida por três clubes (Benfica, Porto e Sporting), que são os três maiores do país, mas a verdade é que o Sporting é um clube em permanente instabilidade e com constantes ‘tiros nos pés’ e por isso não tem conseguido ter sucesso no futebol, mesmo com uma academia de formação que durante muitos anos foi a melhor e produziu muitos talentos, entre eles Figo e Ronaldo, Bolas de Ouro. O Porto teve um domínio particularmente acentuado nos últimos 30 anos. O Benfica passou por momentos conturbados e começou a se erguer com consistência faz uns 15 anos. Só nos últimos anos voltou a ganhar com regularidade e consistência, e o FC Porto teve uma quebra, deixou de acertar tanto nas decisões, sobretudo de contratações. Benfica e Porto têm atualmente maior capacidade financeira e melhor organização do que o Sporting, por isso estão uns passos à frente e vão dominando em Portugal, com enorme rivalidade. O Sporting por vezes se aproxima, mas falta sempre qualquer coisa e a ansiedade também não ajuda. Nos últimos anos o SC Braga vem ganhando alguma força, mas por enquanto só chega para ser o maior clube dos menores - disse.

BENFICA
O atual campeão perdeu o atacante Joâo Félix (negociado ao Atlético de Madrid), mas esta foi a única grande baixa do treinador Bruno Lage que, após assumir na metade da temporada passada, fez o time realizar um returno praticamente perfeito, atropelar o Porto (inclusive com vitória na
casa do rival) e alcançar o titulo.

Por isso, as contratações foram pontuais, Como as dos atacantes
Raúl de Tomás (ex-Real Madrid e que estava no Rayo Vallecano, por 320 milhões de euros) e Carlos Vinicius, brasileiro que estava no Rio Ave, para as vagas de João Félix e Jonas (que se aposentou). Caso não perca nenhum jogador-chave até o fim da janela europeia (no fim de agosto) seguirá fortíssimo e franco favorito.

PORTO
É, na teoria, o único capaz de evitar o título do Benfica. Mas vive um momento de turbulência. Isso acontece porque é grande a possibilidade de o time perder
o atacante Marega, seu principal jogador e cobiçado por vários clubes europeus.

O time já não conta com Eder Militão (hoje no Real), além de Felipe e Brahimi. A diretoria foi ao mercado e contratou muitos jogadores medianos, sendo os mais caros os meias Shoya Nakajima e Mateus Uribe. Os destaques: o brasileiro Alex Telles, lateral-esquerdo, e Danilo, volante titular da seleção portuguesa.

SPORTING
Mais uma vez entra como incógnita, tendo em vista a sua crise crônica (política e financeira), que o faz oscilar entre candidato a título numa temporada e mero
coadjuvante em outra. Fez contratações pouco midiáticas (Rosier, lateral francês que estava no Dijon).

O treinador holandês Marcel Keizer ainda não sabe se contará com seu principal jogador, o meia Bruno Fernandes, cotadíssimo no mercado europeu após a temporada fantástica que fez em 2018-2019, quando tornou-se o meia que mais gols marcou numa única temporada na história do futebol europeu.

Como precisa desesperadamente de dinheiro para quitar dívidas e tem o jogador mais valorizado do país (não sairá por menos de R$ 300 milhões), tudo indica ficará ainda mais fragilizado. O lateral argentino Acuña e o atacante holandês Bas Dost são os jogadores mais relevantes do elenco.

CORRE POR FORA
Como vem acontecendo nos últimos dez anos, mais uma vez o Sporting de Braga aparece como o candidato entre os times fora do trio dos grandes que pode surpreender. O zagueiro brasileiro Breno Viana e o atacante português Trincão são os destaques. O foco é abocanhar um lugar no Top-3.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance