Argentina em crise fecha treino e evita torcida em Belo Horizonte
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Argentina em crise fecha treino e evita torcida em Belo Horizonte

A Argentina de Messi foi derrotada pela Colômbia por 2 a 0 na estreia da Copa América, em Salvador
A Argentina de Messi foi derrotada pela Colômbia por 2 a 0 na estreia da Copa América, em Salvador-(Divulgação/Copa América)
Valinor Conteúdo - 17/06/2019 - 18:49
Belo Horizonte
O torcedor mineiro que tentou ver Lionel Messi e a seleção da Argentina, que enfrenta o Paraguai nesta quarta-feira, 19 de junho, às 21h30, no Mineirão, ficou frustrado. A equipe não deu acesso nem aos jornalistas que cobriam a equipe em nenhum momento da sua passagem pela capital mineira. 

O treinamento programado para o Independência, foi fechado à imprensa e para qualquer acesso de torcedores, que tentaram uma foto ou algum tipo de contato com um dos melhores jogadores do mundo. Tinha torcedor na porta do hotel desde às 7 da manhã, mas sem conseguir qualquer acesso aos hermanos. A ordem era se isolar para superar a crise que o time vive após a derrota para a Colômbia, no último sábado, 15 de junho, em Salvador.


E MAIS:
O volume de policiais e seguranças que escoltavam a Seleção Argentina foi um dos maiores aparatos montados até agora para uma equipe da Copa América. O comboio argentino teve sempre por perto a presença da segurança montada para o selecionado do país vizinho.

Outros jogadores conhecidos do público brasileiro, como o zagueiro Nicolás Otamendi, ex-Atlético-MG e atualmente no Manchester City, teve o nome gritado por torcedores atleticanos. Agüero, também dos Citizens, e Di Maria, do PSG, também foram ovacionados pelos mineiros, mas também não atenderam pedidos de fotos e contato mais próximo. 

Os comandados do técnico Lionel Scaloni estão se fechando, pois podem ficar perto de uma eliminação caso percam para o Paraguai e a Colômbia vença o Catar no outro jogo do Grupo B.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance