No apagar das luzes! Saiba o que o Milan fez para vencer o Barcelona
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

No apagar das luzes! Saiba o que o Milan fez para vencer o Barcelona

André Silva
Momento do gol de André Silva, o português foi o herói da partida (Foto: Reprodução)
LANCE! - 05/08/2018 - 09:58
Santa Clara (Estados Unidos)
O Barcelona se despede da Champions Cup sem conseguir vencer uma partida no tempo regulamentar. Primeiro, venceu o Tottenham nos pênaltis, depois perdeu para a Roma e, agora, neste domingo, o clube catalão foi superior na partida, mas não conseguiu aproveitar as chances que criou e perdeu para o Milan, com um gol no último minuto, marcado por André Silva.

Foco na Supercopa
O clube espanhol encerra sua participação no torneio e retorna a Espanha, para se preparar para a Supercopa da Espanha, que vai ser disputada no dia 12 de agosto, contra o Sevilla. A equipe vai poder contar com o retorno do seu principal craque: Lionel Messi. Além de Piqué, Busquets e Jordi Alba.


O Milan, por sua vez, conquistou a sua primeira vitória na competição. O clube italiano vinha de derrota para o Manchester United e para o Tottenham. Na partida deste domingo, não conseguiu ter um bom desempenho, apesar da vitória. O goleiro Donnarumma foi um dos destaques da equipe rubro-negra e foi eleito o melhor jogador da partida.

Brasileiros vão bem
Novas contratações do Barcelona, os brasileiros Arthur e Malcom tiveram bons desempenhos no torneio preparatório e voltam para a Espanha com boas impressões. Contra o Milan, Arthur assumiu o meio campo e foi um dos principais criadores de jogada da equipe, enquanto Malcom exibiu aquilo que tem de melhor, velocidade e movimentação. No primeiro tempo, Malcom teve a chance de abrir o placar, mas acertou a trave.

Milan mortal
O Barcelona foi superior nas principais estatísticas. Teve 65% de posse de bola contra 35% do rival. Chutou 12 bolas ao gol, acertando seis na meta de Donnarumma, enquanto o Milan chutou seis bolas ao todo e cinco no gol blaugrana. Só de escanteio foram nove para o Barça, contra dois da equipe italiana. Os números mostram que o Barcelona teve mais profundidade de jogo, construiu mais chances de gol.

O demérito do Barça, porém, foi o grande mérito do Milan. Apesar de superior em campo, o clube espanhol não conseguiu transformar as suas jogadas criadas em gol, faltando eficiência. Os rubro-negros, entretanto, na única grande oportunidade de gol, aproveitou. O jovem marfinense Frankie Késsie recebeu na entrada da área, limpou o marcador e serviu uma bola açucarada para André Silva. O português invadiu a área, tocou na saída do goleiro Ter Stegen e deu números finais a partida.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance