Ex-santista Alex diz a site que quer voltar a jogar, descarta 'fritura' de Felipão e fala de Diego e Robinho
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ex-santista Alex diz a site que quer voltar a jogar, descarta 'fritura' de Felipão e fala de Diego e Robinho

Alex - Chelsea - 2012
Alex atuou quatro temporadas e meia no Chelsea (Foto: Divulgação)
LANCE! - 03/05/2018 - 12:16
Porto (POR)
Aposentado há um ano e meio, Alex planeja retornar aos campos na próxima temporada, de preferência no futebol europeu. O ex-zagueiro deu entrevista ao portal "Goal" e falou sobre as negociações frustradas com Porto e Santos no segundo semestre de 2016, por conta de uma lesão no joelho direito, operado em fevereiro do ano passado.

Hoje com 35 anos, Alex acredita ter condições de voltar a atuar por ao menos mais uma temporada.

- Seria interessante jogar aqui mesmo na Europa, pegar o começo da próxima pré-temporada. Ainda tem dois a três meses pela frente, pretendo treinar mais e me sentir melhor, sem dores no joelho. Quero fazer uma pré-temporada e, se Deus quiser, jogar uma temporada. Claro que não será fácil, já que são dois anos parado. Ainda não estou 100%, estou me recuperando aos poucos. É uma lesão de cartilagem, é preciso tomar um pouco mais de cuidado. É bom evitar exageros na recuperação, os impactos podem causar preocupação no dia seguinte. Mas estou conseguindo administrar bem isso - afirmou Alex, que está morando em Portugal há cinco meses.

Alex no Santos em 2004
Alex (direita) foi revelado no Peixe (Foto: Ivan Storti/ Lancepress)
O último clube de Alex foi o Milan, onde ficou dois anos e saiu em junho de 2016. Depois de passar pelo Rossonero, negociou com o Santos, mas acabou não acertando seu retorno ao Peixe, clube que o revelou e pelo qual foi bicampeão brasileiro (2002 e 2004).

- Voltei para o Brasil em junho de 2016, vindo de uma temporada no Milan. O meu contrato tinha acabado, então estava com algumas propostas na mesa. Mas moro em Santos, sempre tive contato com o Santos... Resolvi fazer um tratamento no clube, e neste mesmo período começamos a negociar. Chegamos a ter uma conversa bem adiantada. Falaram muito de salário alto, de valores... Acredito que, se não fosse pelo problema físico, teria ficado lá mesmo. Encerrar a carreira no Santos era a minha vontade. Acabou não dando certo por causa do meu joelho - disse Alex:

- Não houve acordo por causa de questões físicas. Não sei de onde saiu tanta informação, vi gente dizendo que eu queria ganhar R$ 1 milhão por mês, algo que nem no Milan eu ganhava. Conheço a realidade do Santos, um clube que sempre declarei ser torcedor. Sabia das dificuldades do clube naquele momento, tinha conhecimento também do teto salarial. O salário que o presidente me ofereceu era muito bom. Isso de R$ 1 milhão, R$ 500 mil... Esquece isso, nunca existiu - revelou Alex, que foi reprovado nos exames médicos do Porto.

O zagueirão Alex também foi campeão da Liga dos Campeões pelo Chelsea em 2012
Alex ao lado de Ballack no Chelsea (Foto: AFP / ADRIAN DENNIS)
Alex declarou ainda que o clube onde foi mais feliz foi o Chelsea. Contudo, ele negou que Felipão tenha sido "fritado" pelos medalhões da equipe, como Terry, Drogba e Lampard.

- Foi o trabalho dele, não ele como pessoa. Vi que muitos jogadores reclamavam do estilo de treino dele. O Felipão ganhou tudo na carreira, mas tinha aquele método próprio de treino. Na Inglaterra, principalmente na pré-temporada, existe muito trabalho com bola, mas aí ele chegou com o jeitão dele e botou os jogadores para correr. O começo do trabalho não foi bem aceito pelo elenco. Mas não vi nenhum tipo de trairagem, de jogador levando a situação para os dirigentes... O time até teve um bom início de temporada, mas depois começou a cair de produção. No Chelsea nunca houve muito isso de paciência, principalmente com os treinadores.

Alex falou sobre o interesse do Arsenal quando defendia o Chelsea. Ele havia sido afastado junto com o atacante Anelka pelo então técnico André Villas-Boas e foi procurado por um diretor dos Gunners.

- Estava afastado no Chelsea e acabei por receber uma ligação de um diretor do Arsenal, que me perguntou o valor do meu salário, se teria interesse... A conversa foi muito rápida, mas ele não voltou a ligar. No fim, acabei acertando com o PSG. A vontade não era sair do Chelsea, mas estava treinando separadamente. Não estava sendo fácil. No início, treinávamos eu e o Anelka, mas aí ele acabou saindo e eu fiquei sozinho. Se tivesse surgido uma proposta boa do Arsenal, eu aceitaria. Não era um desejo trocar o Chelsea pelo Arsenal, mas toparia. Queria jogar.

Por fim, o zagueiro falou que esperava mais de Robinho e Diego em suas carreiras. O trio atuou junto no início da carreira, quando foram campeões brasileiros em 2002.

- Acho que sim. Não entendi a saída do Robinho do Real Madrid, já que vivia um bom momento dentro de campo. Eu convivia com ele, é verdade, mas não entendi direito o que aconteceu. O Manchester City, na época, vinha com um grande investimento financeiro, mas o Robinho poderia ter permanecido no Real. Já o Diego, esperava um pouco mais dele. Torci quando ele foi negociado com a Juventus, onde teve um período bom, mas não conseguiu manter. Por tudo o que fizeram, principalmente em 2002, se esperava muito mais deles.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance