Youtuber Júlio Cocielo vira réu em processo por racismo após 'piada' com Mbappé em 2018
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Youtuber Júlio Cocielo vira réu em processo por racismo após 'piada' com Mbappé em 2018

Julio Cocielo
Cocielo responde a dois processos por conta de piadas racistas na internet (Foto: Reprodução)
LANCE! - 15/09/2020 - 18:00
Rio de Janeiro (RJ)
O youtuber Júlio Cocielo se tornou réu em processo movido pelo Ministério Público por conta de diversas piadas de cunho racista nas redes sociais, incluindo o jogador Mbappé em 2018. A juíza Cecilia Pinheiro da Fonseca, da 3° Vara Criminal de São Paulo, aceitou a denúncia nesta terça-feira contra o influenciador.

Segundo a promotora do MP Cristiana Moeller Steiner, Cocielo teria feito diversas piadas racistas em sua conta no Twitter entre novembro de 2011 e junho de 2018. A última delas, que trouxe todo o caso à tona, foi envolvendo o atacante Mbappé, do PSG, durante a Copa do Mundo do mesmo ano.

Mbappé inovou no estilo na Copa do Mundo e pintou o cabelo de loiro. Negro, o atacante do PSG foi alvo de uma piada do influenciador, que o comparou a um ladrão.

- Mbappé conseguiria fazer um arrastão top na praia, hein (sic) - afirmou em sua conta no Twitter.

E MAIS:
Na época, a piada repercutiu bastante nas redes sociais e o youtuber foi criticado por inúmeros influenciadores, jornalistas e ativistas do movimento negro. O episódio também lhe rendeu uma ação civil pública movida pelo Ministério Público, que cobra uma indenização de R$ 7,5 milhões.

Aos 27 anos de idade, Júlio Cocielo soma 19,9 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, oito milhões de seguidores no Twitter e 14,7 milhões de seguidores no Instagram. Caso seja condenado, a pena é de dois a cinco anos de prisão.

Facebook Lance Twitter Lance