Edílson revela: 'Roubo de pulseira de ouro me tirou da Copa de 1994'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Edílson revela: 'Roubo de pulseira de ouro me tirou da Copa de 1994'

Edílson Capetinha também costumava causar polêmicas com suas provocações
Edílson não falou quem roubou a tal pulseira (Foto: Reprodução)
LANCE! - 16/07/2019 - 15:36
Rio de Janeiro (RJ)
Edílson Capetinha afirmou que poderia ter sido tetracampeão com a Seleção Brasileira, em 1994. Em entrevista ao SporTV, o ex-jogador afirmou que, por causa de um roubo de uma pulseira de ouro, ficou fora da lista dos 23 convocados para Copa do Mundo daquele ano. 

- Houve um episódio de roubo de uma pulseira de ouro na concentração. A culpa caiu em mim, mas todo mundo sabia quem tinha sido. O Parreira (técnico Carlos Alberto Parreira) pagou do bolso dele e abafou o caso. Mas aquilo me tirou da Copa. Com todo respeito ao Paulo Sérgio, eu estava melhor - disse ele.

Edílson não quis revelar o nome do suposto culpado pelo roubo, mas diz que, um dia, o encontrou em São Paulo, com o braço para fora do carro e a pulseira de ouro à mostra.

- Não pensei duas vezes, joguei o carro em cima do dele e falei: 'Acho que a gente sabe onde estava a pulseira, né?' - complementou. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance