Brasil não conquista medalhas no segundo dia em Dusseldorf
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Brasil não conquista medalhas no segundo dia em Dusseldorf

Ketleyn Quadros
Reprodução/Twitter
LANCE! - 24/02/2018 - 18:05
A Seleção Brasileira de Judô passou o sábado em branco, no Grand Slam de Dusseldorf. Apesar de cinco brasileiros lutarem nesta manhã, não houve conquista de medalhas e a melhor desempenho foi a de Ketleyn Quadros (63kg), que ficou em 5º lugar, após sofrer um ippon, na luta pelo bronze, contra a filipina Kiyomi Watanabe. Até agora, o Brasil de uma medalha de bronze de Eric Takabatake, além dos quintos lugares de Ketleyn e Érika Miranda (52kg).

Após cair na primeira rodada no Grand Slam de Paris, Ketleyn reagiu bem na Alemanha, venceu sua chave e chegou até a semifinal. A brasileira derrotou por ippon Cloe Ivyn, da França, e Isabel Puche, da Espanha, nas preliminares. Já nas quartas, venceu por waza-ari a cubana Maylin Carvajal, se impondo na luta e forçando duas punições à cubana. Na semifinal, no entanto, a brasileira foi derrotada pela eslovena Andreja Leski, que foi a campeã da prova.

Ketleyn foi a única brasileira que conseguiu avançar na luta por medalhas. Os outros quatro brasileiros que lutaram neste sábado, os pesos leves Marcelo Contini e Alex Pombo pararam nas oitavas-de-final depois de vencerem seus dois primeiros combates. Contini foi superado pelo atual campeão olímpico Shohei Ono, finalista em Dusseldorf, e Pombo perde para o alemão Igor Wandtke, que foi para a disputa de bronze. Leandro Guilheiro (81kg) e Barbara Timo (70kg) foram derrotados em suas primeiras lutas. Guilheiro não passou pelo francês Jonathan Alardon, enquanto Bárbara foi superada pela tunisiana Asma Rebai.

Neste domingo será a vez de Mayra Aguiar (78kg), Samanta Soares (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Rochele Nunes (+78kg), Eduardo Bettoni (90kg) e Ruan Isquierdo (+100kg) no shiai jo do ISS Dome.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance