Após ser suspenso por trair a esposa em 2020, sensação da natação japonesa volta às competições
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após ser suspenso por trair a esposa em 2020, sensação da natação japonesa volta às competições

Daiya Seto - Natação
Daiya Seto foi bronze nos 400m nas Olimpíadas Rio 2016 (Foto: AFP)
LANCE! - 09/01/2021 - 11:28
Tóquio (JAP)
Após ser suspenso pela Federação Japonesa de Natação em 2020 por ser sido fotografado em um "hotel de amor" com uma mulher que não é sua esposa, o nadador Daiya Seto, tetracampeão mundual e medalhista olímpico, voltará às piscinas no Aberto do Japão, em fevereiro. O atleta foi proibido de competir em setembro pois a entidade entendeu que o caso extraconjugal foi uma violação do código de ética. A informação foi divulgada pelo site "ge".


>> Veja a classificação do Campeonato Brasileiro


O escândalo custou caro ao nadador de 26 anos, casado com a ex-saltadora Yuka Mabuchi. Além de ficar suspenso por cinco meses, Daiya também renunciou ao cargo de capitão da equipe de natação do Japão, encerrou contrato de direitos de imagem com o Comitê Olímpico Japonês e teve de romper com uma patrocinadora local. Entretanto, a estrela não corre risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos.

O torneio que acontece de 4 a 7 de fevereiro no recém-construído Tokyo Aquatics Center. Daiya competirá nos 200 e 400 metros medley individual masculino, bem como nos 200m borboleta, cujo ele detém o recorde nacional.

Seto é o único nadador da equipe japonesa convocado para as Olimpíadas após as conquistas das medalhas de ouro nos 200 e 400 medley no Mundial de Gwangju, critério para garantir vaga antecipada pelos japoneses. Nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, Daiya Seto foi medalhista de Bronze nos 400m.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance