Vinte dias após lesão, Pedro ainda não sabe se precisará operar joelho
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vinte dias após lesão, Pedro ainda não sabe se precisará operar joelho

Pedro - Cruzeiro x Fluminense
Pedro se machucou no duelo contra o Cruzeiro (Foto: Fernando Michel)
Luiza Sá e Marcello Neves - 14/09/2018 - 06:00
Rio de Janeiro (RJ)
O Fluminense vive um drama sem o atacante Pedro, seu principal jogador no ano. Mesmo com a vitória no clássico contra o Botafogo na última rodada do Brasileirão, os homens de frente do time ainda não conseguiram encontrar o caminho do gol. A vida sem o jogador deve durar mais tempo. Completado o prazo de 20 dias da lesão, o camisa 9 ainda continua o processo de recuperação com pequenos trabalhos nos campos do CTPA, ainda sem contato com a bola, e uma rotina de fisioterapia.

O Tricolor tem a esperança de que o jogador volte para o duelo de ida contra o Deportivo Cuenca (EQU), pelas oitavas da Copa Sul-Americana, no próximo dia 20, às 19h30. As chances são remotas, mas não impossíveis. O atleta ainda não realizou novos exames e ainda não tem data para isso.

Pedro se machucou no duelo contra o Cruzeiro, no dia 25 de agosto. No final do primeiro tempo, em jogada com Lucas Romero, o centroavante acabou se lesionando sozinho ao tentar dominar a bola e começou a chorar quando foi atendido pelos médicos. A cena ficou ainda mais preocupante quando o camisa 9 precisou ser ajudado para sair de campo. Na saída do Mineirão, porém, ele caminhava sozinho e disse que achava que era "só um susto". Os exames no dia seguinte detectaram um estiramento nos ligamentos do joelho direito.

Três dias após a lesão, o coordenador médico do Fluminense, Douglas Santos, concedeu entrevista coletiva e falou sobre os planos para o tratamento da lesão do atacante. Porém, 15 dias depois da contusão, os exames ainda não foram realizados.

- Esperamos que em duas semanas ele volte aos treinos. Não temos certeza ainda se só foi estiramento. Quando melhorar o derrame, ele será submetido a um novo exame para confirmar isso. A chance dele é muito boa, de ser só um tratamento conservador, mais 15 dias após a lesão ele vai passar por um novo exame. A chance de cirurgia é pequena. Mas ainda existe. Só mais pra frente vamos saber disso - avaliou na época.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance