Flu busca autorização do TRE para uso de urna eletrônica em eleição
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Flu busca autorização do TRE para uso de urna eletrônica em eleição

Fluminense
Pedro Abad é o presidente do Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)
Marcello Neves - 12/04/2019 - 17:52
Rio de Janeiro (RJ)
Um dos fatores que separa o Fluminense das novas eleições para presidente é o uso da urna eletrônica. A questão ainda falta ser definida para que o novo mandatário do Tricolor seja escolhido. O desejo dentro do clube é que as votações sejam feitas pelo meio eletrônico e o pedido de mas ainda liberação junto ao TRE-RJ aconteceu nesta quinta-feira. 

O LANCE! apurou que Fluminense já iniciou os processos para ter a urna eletrônica. O clube já conversou com o TRE-RJ sobre o possível uso do equipamento. A expectativa do Tricolor é que uma data concreta para a nova eleição seja conhecida já na próxima semana.

Com exceção da tecnologia, tudo caminha para que a eleição ocorra. Como o desejo do Conselho Deliberativo é que os torcedores votem a partir da urna eletrônica, o Fluminense vai buscar uma data com o TRE-RJ para o uso. Porém, o clube conta com 'concorrência', já que as urnas serão utilizadas em algumas ocasiões, como para eleições complementares em alguns municípios e para testes nacionais. 



Por conta do choque de datas, o clube não esconde a possibilidade de realizar as eleições pelo meio tradicional, a partir de cédulas de papel. A preferência pelas urnas eletrônicas se diz muito por conta da rapidez para o anúncio do resultado. Esse equipamento foi utilizado nas eleições de 2016, quando Pedro Abad assumiu como presidente do Fluminense.

A eleição, originalmente, ia acontecer em novembro. Em janeiro desse ano, porém, Pedro Abad pediu uma antecipação das votações, o que foi aprovado pela Assembleia Geral do clube. Até aqui, existem dois pré-candidatos: uma união entre Mário Bittencourt e Celso Barros, e Ayrton Perez sendo o outro.

Facebook Lance Twitter Lance