Sornoza perde espaço e Abel testa esquema no estilo Chelsea
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sornoza perde espaço e Abel testa esquema no estilo Chelsea

  •  Sornoza assumiu a camisa 10 do Fluminense após a saída de Gustavo Scarpa
    Sornoza assumiu a camisa 10 do Fluminense após a saída de Gustavo Scarpa FOTO LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
João Mércio Gomes - 11/02/2018 - 05:00
Rio de Janeiro (RJ)
A camisa 10, até agora, não caiu bem em Sornoza. Pela primeira vez desde que chegou ao Fluminense, em janeiro do ano passado, o meia deve começar uma partida no banco por opção técnica de Abel Braga. O treinador estuda uma pequena mudança no esquema, com Robinho completando um trio de ataque. O LANCE! explica a provável nova formação.

- Sornoza correu muito, mas movimentou pouco. O Fluminense teve muito domínio, muitas chances. Quantas vezes chegamos no fundo pela direita? Várias. Não aconteceu o mesmo pelo lado esquerdo, faltou ele encostar ali com o Ayrton. Ainda falta se aproximar mais da área. Estamos torcendo pra ele recuperar o melhor nível. E o Robinho entrou bem... - afirmou Abelão após a vitória contra o Macaé.

As palavras do treinador deixaram claro que faltava alguém para armar jogadas pelo lado esquerdo e Sornoza não estava rendendo o esperado. E a entrada de Robinho serviu justamente para isso: no fim, recebeu de Ayrton, encontrou Pedro na área que deixou Dudu na boa. Confira no vídeo abaixo:

A mudança positiva deixou Abel com uma pulga atrás da orelha. Os onze dias sem partidas deram tempo para pensar e trabalhar mudanças. O LANCE! apurou que, na última sexta-feira, o técnico montou a equipe no esquema 3-4-3 em jogo-treino no CT Pedro Antonio. E deu certo: goleada por 6 a 1 diante do modesto Bonsucesso. O clube sequer divulgou os autores dos gols na atividade fechada à imprensa, para não dar pistas de que Sornoza começou no banco. 

A entrada de Robinho no lugar de Sornoza não é novidade. Contra o Madureira, o equatoriano estava suspenso por ter levado cartão vermelho e o atacante começou jogando no meio de campo. Porém, a estratégia de Abel terá uma leve mudança: o camisa 17 jogará no ataque, pela esquerda, onde prefere atuar - como disse ao LANCE! em entrevista exclusiva. O esquema é semelhante ao utilizado por Antonio Conte no Chelsea campeão inglês na temporada 16/17. Confira:

- Com Robinho e Marcos Junior, o time ficou mais leve, mais agressivo. Robinho deu outra cara. O mais legal é isso, nós ainda temos dois ou três que vão crescer, mas como coletivo já está melhorando bastante - disse Abel na última coletiva.

O meio de campo, sempre povoado nos times de Abel, terá apenas dois jogadores - bem longe do esquema com três volantes do ano passado. Por isso, terão a tarefa de iniciar a saída de bola e fechar o setor na defesa. A formação deve estrear nesta quinta, contra o Salgueiro-PE, na Copa do Brasil. Depois da folga no fim de semana, o elenco se reapresenta no CT nesta segunda, quando Abel definirá a escalação para o confronto.

ESTREIA DOS REFORÇOS?
Além de Jadson e Gilberto, que participaram da pré-temporada e já são titulares com Abel, a torcida aguarda para ver os outros quatro reforços recém-chegados. A estreia, porém, não deve ser nesta quinta. Pelo menos, não como titulares.

O goleiro De Amores, pedido pela torcida, é quem está em melhores condições físicas. Ele treina com elenco há algumas semanas, mas segue na reserva de Júlio César e não encheu os olhos da comissão técnica. No jogo-treino, começou no banco.

Airton chegou junto do uruguaio, mas precisou de tempo para recuperar-se de lesão do ano passado. O volante participa das atividades com bola, mas não tem condições de atuar 90 minutos. Ele não participou do jogo-treino de sexta.

Rodolfo e Léo treinam desde o início do mês, mas só foram apresentados - e regularizados - na sexta. Ambos estão à disposição de Abel, mas se forem relacionados, ficarão no banco.

SUBSTITUIÇÕES, EXPULSÃO E NENHUMA ASSISTÊNCIA
A queda de rendimento de Sornoza no Fluminense é visível. Nesta mesma data, há exatamente um ano, o equatoriano completava sua quinta partida pelo clube com um início arrasador: quatro assistências e outras três participações diretas em gols, marcados por Scarpa (2x), Henrique Dourado (2x), Marquinho, Wellington e Henrique - todos já deixaram as Laranjeiras. Em 2018, sem contar com a Florida Cup, o meia ainda não participou de nenhum gol da equipe. 

Outro fato pesa contra o novo camisa 10. Nos 285 minutos em que esteve em campo (quatro jogos como titular), o Fluminense não marcou gols. Foram dois empates por 0 a 0 e duas vitórias por 1 a 0, com gols no fim, construídos por Caio e Robinho - que o substituíram nas partidas contra a Caldense e Macaé, respectivamente. 

Sornoza só jogou 90 minutos uma vez neste ano, no empate contra o Botafogo no Maracanã. Além das substituições listadas acima, o jogador foi expulso contra a Portuguesa-RJ após perder a cabeça com o próprio rendimento em campo.

Facebook Lance Twitter Lance