Seleção Sub-20, elogio de Simeone e perto do Flu: quem é Caio Henrique?
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Seleção Sub-20, elogio de Simeone e perto do Flu: quem é Caio Henrique?

Caio Henrique - Fluminense
Caio Henrique está perto de ser reforço do Fluminense (Foto: Arte: Lance!) 
Marcello Neves - 09/01/2019 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ) 
O Fluminense encaminhou a contratação de Caio Henrique, jogador que pertence ao Atlético de Madrid e disputou o Brasileirão do ano passado pelo Paraná. Faltam poucos detalhes: após ser aprovado nos exames médicos, a documentação do clube espanhol é necessária para oficializar o acerto. Com isso, o LANCE! mostra a curiosidade dos torcedores: quem é? Por onde joga? Qual é o seu estilo? E por onde passou? 

Caio Henrique surgiu como uma das grandes promessas no do Santos. Tão rápido explodiu que sequer chegou a estrear pelos profissionais. Foi comprado pelo Atlético de Madrid (ESP) com multa rescisória de 30 milhões de euros (cerca R$ 110 milhões). Ponta direita, que também atuava como meia central, não demorou para ser convocado para a Seleção Brasileira Sub-20, onde foi um dos destaques da categoria. Ou seja, uma joia promissora. 

- Caio chegou a ser um dos maiores talentos de sua geração no Santos e viveu sua melhor fase principalmente na temporada 2014, quando ainda atuava como meia aberto pela direita, sempre buscando cortar pra dentro e encontrar algum companheiro livre. No entanto, pela carência de atletas na posição, começou a atuar como meia centralizado para a Copa SP de 2016 e não conseguiu render o mesmo. É um meia muito técnico, com visão de jogo e inteligência, mas ainda falta ser mais constante dentro dos jogos, mais intenso nas jogadas pra conseguir ser um meia que dê passes decisivos e assistências - declarou o jornalista Nelson Cotro. 

Caio Henrique
Caio Henrique no Sul-Americano Sub-20 (Foto: Divulgação)
Pelo Atlético de Madrid, Caio Henrique teve poucas chances e disputou somente uma partida pelo time profissional - na goleada contra o Guijuelo, pela Copa do Rei. Ele foi relacionado para mais outros três jogos, inclusive um pela Liga dos Campeões. Porém, não entrou em campo. Mesmo com pouco tempo, foi elogiado pelo técnico Diego Simeone  e teve o seu estilo de jogo comparado com o de Saúl Ñíguez, promissor meio-campista da seleção espanhola. 

- A passagem de Caio Henrique pelo Atlético de Madrid foi tímida. Ele chegou em 2016 para o time B, teve uma única oportunidade pelo time principal contra o Deportivo La Coruña na temporada 2016/17, mas também não demonstrou muito. Resumindo um pouco, foi utilizado sempre como um meia aberto, característica do time. Os colchoneros veem ele, que tem apenas 21 anos, como uma pedra a ser lapidada - declarou Gêra Lobo, editor do La Liga Total. 

Caio Henrique, jogador do Atlético de Madrid (Foto: Divulgação)
Caio Henrique, jogador do Atlético de Madrid (Foto: Divulgação)
A expectativa pela volta para o Brasil, onde defendeu o Paraná, a pedido do então técnico Rogério Micale - com quem teve contato direto durante boa parte de sua formação na base -, não foi correspondida em campo. Atuou em 27 jogos e não marcou gols. Como meia, não rendeu. Como volante, foi para o banco de reservas, como conta Daniel Piva, parceiro do LANCE! no Paraná.

- É um jogador técnico. A grande característica dele é a versatilidade. Atuou como volante, como meia centralizado e como meia aberto pelo lado. A principal bronca era a falta de intensidade nos jogos. Para piorar: ficou marcado por um erro de passe que culminou no gol do Atlético-MG, na derrota por 2 a 0 no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Foi uma contratação bastante comemorada quando veio, mas infelizmente não deixou boas lembranças - afirmou. 

No Fluminense, tem a chance de retomar a carreira. O Tricolor busca um meio-campo após a venda de Sornoza para o Corinthians. Atualmente conta com Daniel e Denilson como opções para a posição no elenco. Além disso, a diretoria também tem interesse na contratação de Nenê, do São Paulo. Giovanni, ex-Goiás, foi descartado pela diretoria devido a sua pedida salarial. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance