Rodolfo salva e ataque passa em branco: a vitória do Flu no clássico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rodolfo salva e ataque passa em branco: a vitória do Flu no clássico

  •  Fluminense x Botafogo
    Fluminense x Botafogo Celso Pupo/FotoArena
  •  Fluminense x Botafogo
    Fluminense x Botafogo FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  •  Rodolfo - Fluminense x Botafogo
    Rodolfo - Fluminense x Botafogo LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  •  Fluminense x Botafogo
    Fluminense x Botafogo Reginaldo Pimenta
  •  Fluminense x Botafogo
    Fluminense x Botafogo Magalhaes Jr/Photopress
Luiza Sá - 10/09/2018 - 06:00
Rio de Janeiro (RJ)
Algumas das mesmas dificuldades, mas alguém para salvar. Assim foi o jogo do Fluminense contra o Botafogo, com vitória por 1 a 0, mas a possibilidade de ter visto tudo ir por água abaixo se não fosse o goleiro Rodolfo. O ataque, mais uma vez, passou em branco e o lateral-esquerdo Ayrton Lucas teve tarde complicada.

O jogo contra o Vitória serviu como grande lição para o Fluminense, que, em um jogo de menor expressão, percebeu que não adiantava dominar e não colocar a bola para dentro do gol. Contra o Botafogo, o Flu teve amplo poder nas ações do primeiro tempo e, enfim, voltou a marcar um gol com as próprias forças, após chute do zagueiro Digão.

No entanto, a velha dificuldade de ser efetivo na finalização voltou a perturbar o time de Marcelo Oliveira. Foram inúmeras chances de aumentar a contagem e complicar a vida do rival, mas nada feito. Apesar da boa movimentação de Everaldo e Luciano, os atacantes continuaram sem conseguir mostrar um bom poder de decisão dentro da área. O próprio treinador lamentou que a equipe não conseguiu matar o jogo. 

- O adversário jogou bem, nos trouxe problemas durante o jogo. Tivemos parte do jogo com domínio, mas o Botafogo equilibrou. Deixamos de matar a partida. Foi uma grande vitória. As vezes uma vitória ou outra foge, mas uma hora viria - avaliou.


PONTOS FORTES

Rodolfo foi o grande nome do jogo. Em um momento que o titular Júlio César saiu machucado e deixou todos preocupados, principalmente pela boa fase que vive, o reserva deu conta do recado em sua segunda partida com a camisa tricolor. Outro que foi essencial foi Digão, que apareceu bem na área para marcar o gol. Além disso, a vitória revigorou a confiança da equipe, que vinha perdendo pontos importantes, e deu mais posições na tabela. 

PONTOS FRACOS

O ataque voltou a ser um dos grandes problemas e continua zerado sem Pedro. Quem se salvou foi Everaldo, que voltou a fazer uma boa partida como titular e vem se consolidando na equipe. O poder de finalizações eficientes faz muita falta ao time.

Outro que vinha fazendo uma boa partida, mas quase colocou tudo a perder foi Ayrton Lucas. O jovem lateral não está colecionando bons momentos nas últimas rodadas e neste clássico cometeu o pênalti aos 38 minutos do segundo tempo. Além disso, está suspenso na próxima partida.

COMO COMEÇOU

Júlio César; Léo, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Dodi, Luciano; Everaldo e Kayke.

COMO TERMINOU

Rodolfo; Léo, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Dodi, Marcos Junior; Matheus Alessandro e Kayke.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance