Remanescente do vice em 2009, Gum pede concentração na estreia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Remanescente do vice em 2009, Gum pede concentração na estreia

Gum
Gum estava no elenco vice-campeão em 2009 (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
LANCE! - 11/04/2018 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ)
O Fluminense se prepara para a estreia na Sul-Americana nesta quarta-feira, contra o Nacional Potosí, no Maracanã. Esta competição é um título ainda inédito em Laranjeiras, mas o Flu já esteve muito próximo de conquistá-la. Em 2009, a equipe tricolor chegou à final e, na decisão, acabou sofrendo justamente com a altitude. Diante da LDU (EQU), em Quito, os comandados do então técnico Cuca perderam por 5 a 1 e, na volta, ganharam no Maracanã por 3 a 0, mas o triunfo não foi o suficiente.

O único remanescente daquele elenco é o zagueiro Gum, hoje capitão do Fluminense. Ciente das dificuldades que a competição impõe pelo fato de se enfrentar equipes estrangeiras e em fases eliminatórias, o experiente zagueiro pede eficiência para que o time de Abel Braga consiga uma boa vantagem neste primeiro encontro com o Nacional Potosí.

- Na Sul-Americana cada jogo fica mais difícil, as equipes vão se conhecendo. A expectativa para a estreia é boa. Temos um grupo que se conhece, que demonstrou potencial em muitos jogos do Campeonato Carioca. Agora temos que estar concentrados para fazer em campo aquilo que fizemos nos grandes jogos do estadual. Precisamos vencer bem para ter uma boa vantagem para o jogo de volta - disse.

ABEL PREOCUPADO


Abel Braga demonstrou preocupação com as recentes mudanças na equipe do Nacional Potosí. O treinador lembrou que já vinha, há algum tempo, estudando o adversário de hoje, mas o clube boliviano acertou com três argentinos para a disputa da Sul-Americana.

- É uma equipe que nós vínhamos analisando há três jogos, com informações de gente da Bolívia. Chegaram três argentinos que foram contratados para participar da Sul-Americana. No Campeonato local só podem três (estrangeiros) e já tem os três. O treinador é argentino e trouxe esses só para jogar a competição Sul-Americana). Então, são jogadores de valor, nos desconsertam um pouco no que tínhamos pensado - aponta.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance