Pela Sula e por 2001: Flu pode 'dar o troco' no Atlético-PR em semifinais
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pela Sula e por 2001: Flu pode 'dar o troco' no Atlético-PR em semifinais

Atlético-PR 3 x 2 Fluminense - 09/12/2001
Marcão esteve em campo na semifinal do Brasileirão de 2001 (Foto: Cleber Mendes/Lancepress!) 
Marcello Neves - 07/11/2018 - 06:00
Rio de Janeiro (RJ) 
O caminho do Fluminense até a decisão da Copa Sul-Americana começa nesta quarta-feira, quando a equipe realiza o jogo de ida contra Atlético-PR, às 21h45, na Arena da Baixada, em partida que terá transmissão em tempo real pelo LANCE!. O Tricolor joga pelo objetivo de se classificar à decisão do torneio internacional, mas também pode "dar o troco" pela geração de 2001, que viveu situação parecida no Campeonato Brasileiro. 

As semelhanças entre 2018 e 2001 são muitas. O Fluminense tinha um elenco que, apesar de não ser recheado de craques, contava com atletas disciplinados e valentes. Em ano de vacas magras financeiramente, a equipe atingiu bons resultados e chegou até a semifinal do Campeonato Brasileiro daquele ano. Entretanto, a derrota para o Atlético-PR por 3 a 2, em jogo único na Arena da Baixada, levou a equipe paranaense para a decisão. 

A dor daquele confronto era pela situação vivida pelo Fluminense: se nos dias atuais o clube está em período de poucas conquistas, naquela época tinha sido promovido da terceira divisão e disputava seu primeiro torneio com bons resultados após o retorno à elite. A derrota pelo Atlético-PR teve três gols marcados pelo atacante Alex Mineiro, sendo o decisivo aos 43 minutos do segundo tempo. Recordação que marcou a geração de 2001.

E MAIS:
O Fluminense teve Roger Flores - talvez o principal destaque - expulso naquela partida. Em 2018, Pedro está lesionado e não entrará em campo na quarta-feira. O artilheiro era Magno Alves, que inclusive marcou os dois gols tricolores naquele duelo, e atualmente a esperança está com Luciano. O Tricolor de 2001 estava escalado com: Murilo; Flávio, André Luis, Régis, Paulo César; Marcão, Sidnei, Fernando Diniz, Caio; Roger e Magno Alves. 

- Estou muito ansioso pelo jogo de logo mais contra o Atlético-PR, clube com o qual o Flu já travou grandes batalhas. Vejo um momento do time muito forte, a torcida está bastante unida. Tenho certeza que isso vai fazer a diferença no jogo da volta. A partida de logo mais vai ser difícil, pela atmosfera, pelo gramado, mas acho que, se o Tricolor conseguir segurar o ímpeto inicial dos paranaenses, dá para trazer um bom resultado para o Rio. - falou o ex-volante do Fluminense Marcão ao LANCE!

Anos depois, essa geração pode ter o seu "troco" em uma semifinal. Será a primeira vez desde aquele confronto que as equipes se enfrentam nesta fase em um torneio nacional ou internacional. O jogo de volta está marcado para o próximo dia 28, no Maracanã. Caso avance para a decisão, Fluminense ou Atlético-PR enfrentarão o vencedor de Santa Fe (COL) e Junior Barranquilla (COL). 

Semifinal do Brasileirão 2001 - Atlético-PR 3 x 2 Fluminense - Arena da Baixada - 09/12/2001
Alex Mineiro marcou três gols naquela partida (Foto: Reprodução) 
Mais uma chance para quebrar um tabu

O Fluminense está se configurando como uma equipe que tem conseguido quebrar tabus na temporada. Não tinha conseguido vencer a Chapecoense na história? Venceu no primeiro turno do Brasileirão. Não havia vencido na Arena Condá? Venceu no segundo. Derrotas no Casablanca? Triunfo no Equador. Contra o Nacional, voltou a vencer no Uruguai após mais de 60 anos. 

Diante do Atlético-PR, o Fluminense pode conseguir a sua primeira vitória na grama sintética. Desde que o local foi trocado, em fevereiro de 2016, as equipes se enfrentaram três vezes no local e os paranaenses venceram todos os três confrontos: 1 a 0, no Brasileirão de 2016; 3 a 1, em 2017; e 3 a 1, em 2018. 

O Fluminense busca a segunda final de Copa Sul-Americana na sua história. Em 2009, chegou a decisão após passar pelo Cerro Porteño (PAR). Na decisão, contra a LDU (EQU), foi derrotado por 5 a 1 na ida e venceu por 3 a 0 na volta, mas não ficou com o título. É a chance de dar a volta por cima em vários sentidos. 

Facebook Lance Twitter Lance