Mascarenhas confirma sondagens do exterior e relembra estreia no Fla-Flu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mascarenhas confirma sondagens do exterior e relembra estreia no Fla-Flu

  •  Mascarenhas
    Mascarenhas teve sua primeira experiência nos profissionais em um Fla-Flu (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)
  •  Mascarenhas Fluminense Neymar
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO Reprodução
  •  Mascarenhas Fluminense
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO FOTO LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  •  Mascarenhas
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO (Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C.)
  •  Matheus Mascarenhas
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO Divulgação
  •  Matheus Mascarenhas
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO Divulgação
  •  Mascarenhas
    Confira imagens da carreira de Mascarenhas, que hoje veste as cores do Atlético-GO Divulgação/Atlético-GO
Carlos Antônio Mello* - 07/06/2018 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ)
O Fluminense é um dos times que sempre revelou jovens que se destacaram e chamaram atenção dos clubes europeus. Um nome em destaque é Matheus Mascarenhas, de 19 anos. O lateral-esquerdo, que está emprestado ao Atlético-GO até o final da temporada, recebeu sondagens de Milan, Fiorentina, Benfica e Sampdoria. Além deles, no início da temporada, o time das Laranjeiras recebeu uma proposta do Braga, de Portugal, porém, foi recusada pelos cariocas.

Diante disso, Mascarenhas, em entrevista ao LANCE!, falou sobre a possibilidade de vestir a camisa de um desses clubes na próxima janela de transferência, entretanto, mostrou cautela ao tratar do assunto: 

- Difícil falar, sei que algumas sondagens aconteceram, mas não gosto de falar muito dessas coisas. Se esse momento de sair chegar, eu, o Marcelo Robalinho (empresário) e a Think Ball vamos sentar juntos e definir a melhor opção. No momento, não penso nisso. Penso em seguir ajudando o Atlético-GO nesse Campeonato disputado que é a Série B, em contribuir com o meu futebol para conquistarmos nossos objetivos dentro da competição, que é o acesso, e dar o meu melhor aqui no dia a dia. Deixo isso a cargo da Think Ball, eles sempre me deixam bem tranquilo e a vontade para seguir pensando apenas no campo. Em jogar futebol e ajudar o meu clube - disse.

Em seguida, o lateral-esquerdo comentou sobre os empréstimos nesta temporada: antes ele passou pelo Botafogo-SP. De acordo com o jogador, a frequência nos jogos é maior e isso faz a diferença para melhorar e aprimorar sua técnica dentro dos gramados.

- Sem dúvidas. Estar jogando e com sequência sempre faz a gente ir melhorando e se aprimorando, ainda mais logo depois de subir da base. Essa transição é muito importante. Tive sequência no Botafogo-SP, tivemos um ótimo desempenho individual e coletivo e chegamos às finais do Paulistão, agora no Atlético-GO também estou muito feliz, o clube tem uma ótima estrutura de trabalho, dá todas as condições para os jogadores e, graças a Deus, estou conquistando o meu espaço e aprendendo muito também com meus companheiros. Quero ajudar muito o Atlético-GO nessa temporada e tenho certeza que faremos uma grande Série B. Estou feliz e sinto que crescendo cada vez mais como lateral - comentou. 

Mascarenhas também comentou sua relação com o Fluminense, onde começou a jogar futebol com oito anos de idade. Segundo o jogador, o seu sonho era chegar ao profissional e atingir seus objetivos no clube. 
 
- Desde criança eu queria ser jogador de futebol e, quando comecei a jogar no clube, aos oito anos, sonhava em um dia chegar ao profissional. Graças a Deus atingi esse objetivo e realizei um sonho estreei em um clássico. Depois fiz meu primeiro gol. Mas sei que ainda é só o começo e tenho muita coisa pela frente. As coisas vão acontecendo conforme a gente batalha. Eu trabalho muito. Trabalhei muito na base, desde as categorias menores, para chegar ao profissional e sei que ainda tenho muito a trabalhar e batalhar para seguir realizando os meus sonhos e objetivos na carreira - recordou. 

Hoje com 19 anos, o jovem teve a primeira oportunidade de atuar contra o Flamengo, maior rival do clube, no ano passado. O lateral-esquerdo relembrou que Abel Braga e o elenco o apoiaram para que o o nervosismo na estreia dos profissionais diminuísse no duelo no Maracanã. 

- Sempre dá aquele frio na barriga, ainda mais por ser um clássico do tamanho de um Fla-Flu, mas eu trabalhava sempre muito forte para estar pronto para quando a chance aparecesse. Ela veio e acho que eu estava pronto. O Abel também conversou bastante comigo na época, me deixou tranquilo e meu deu confiança, sentia que ele e meus companheiros acreditavam em mim. Tudo isso, aliado à minha preparação no dia a dia, me deixaram mais tranquilo para entrar em campo e fazer minha estreia no clássico - recordou.

Além de enfrentar o Flamengo, Mascarenhas reencontraria Vinicius Júnior, joia da Gávea e vendido ao Real Madrid, com quem travou recorrentes duelos nas divisões de base. Perguntado sobre as horas antes do confronto e se houve troca de mensagens entre os dois, o jogador reconheceu amizade com o rubro-negro, porém, frisou o seu foco na disputa.

- Antes do clássico rola aquela ansiedade, mas a gente pensa sempre no que devemos fazer para sair com a vitória, independentemente de quem está do outro lado. A gente já se conhecia das categorias de base, jogamos um contra o outro várias vezes e um sabe das qualidades e das características do outro. Tem aquela amizade e respeito de sempre, mas dentro de campo é cada um brigando pelo seu - concluiu. 

*Sob supervisão de Aigor Ojêda


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance