Mal no Carioca e em crise política, Flu se depara com momento de reflexão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mal no Carioca e em crise política, Flu se depara com momento de reflexão

  •  Pedro Abad - Fluminense
    O presidente do Flu, Pedro Abad, está muito pressionado (Foto: Divulgação / Fluminense)
  •  Fluminense x Macaé
    Abel Braga tem muito trabalho pela frente Rui Porto Filho/AGIF
  •  Fluminense x Macaé
    Time foi eliminado precocetemente da Taça Guanabara Rui Porto Filho/AGIF
  •  Paulo Autuori
    O diretor de futebol do Flu, Paulo Autori, tem um papel muito importante neste momento (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)
LANCE! - 05/02/2018 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
Fora da semifinal da Taça Guanabara e mergulhado numa grave crise política, o Fluminense vive um momento delicado. Com um período de 11 dias sem jogos, jogadores, dirigentes e comissão técnica terão um bom tempo para uma reflexão. Afinal, o que está acontecendo de errado? A temporada apenas começou, mas é bom abrir o olho.

Sincero, o técnico Abel Braga vem adotando esperança em suas entrevistas coletivas. No entanto, ao mesmo tempo, o treinador faz questão de deixar claro que a situação não é fácil, tendo em vista os vários problemas. Ele perdeu jogadores importantes recentemente, como o atacante Henrique Dourado, o zagueiro Henrique e o goleiro Diego Cavalieri.

- A minha esperança é a dedicação desses jogadores. O negócio está muito mais difícil do que quando terminou ano passado. Agora é um projeto de doação - avaliou Abel após a vitória de 1 a 0 sobre o Macaé, no último sábado.

O Fluminense deve voltar a campo apenas no dia 14 de fevereiro, pela Copa do Brasil. A data ainda não foi confirmada, mas o duelo contra o Salgueiro, pela segunda fase da competição nacional, tem tudo para acontecer na Quarta-Feira de Cinzas.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance