Léo se diz apto fisicamente e quer a Sul-Americana para 'fazer história'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Léo se diz apto fisicamente e quer a Sul-Americana para 'fazer história'

Léo - Fluminense
Léo enfrentou o Atlético-PR na Arena da Baixada nesta temporada (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
LANCE! - 05/11/2018 - 12:20
Rio de Janeiro (RJ) 
Menos um problema para o Fluminense: a lateral-direita volta a ter jogadores de origem. Na ausência dos dois nomes da posieção, o técnico Marcelo Oliveira precisou improvisar: Dodi, Jadson e Mateus Norton foram alguns dos testados. Contra o Vasco, Léo voltou e pode iniciar a partida contra o Atlético-PR, na próxima quarta-feira. Apesar de não ter atuado os 90 minutos no clássico, o atleta se diz apto fisicamente para a partida da Sul-Americana. 

- Senti um pouquinho. Normal pelo tempo parado. Mas estou bem, apto para atuar os 90 minutos. Vai depender do treinador. Por mim eu jogaria. Vou me esforçar como tenho me esforçado - declarou. 

Apesar da boa campanha do Fluminense na Copa Sul-Americana, o rendimento não tem se repetido no Campeonato Brasileiro. Léo admite a queda de rendimento na competição nacional, mas evita fazer comparações entre os torneios. Por outro lado, quer o título internacional para "fazer história" no clube. 

- Um título representa muita coisa. Para o clube, que precisa desse título, para nós jogadores que queremos fazer história. A gente vai para o jogo, independentemente da competição, com o pensamento de vencer. Infelizmente, não estamos tão bem no Brasileiro como na Sul-Americana. 

Léo atuou no Atlético-PR em 2017 e sabe das dificuldades que o Fluminense terá na próxima quarta-feira: estádio lotado, grama sintética e jogadores em grande fase. O lateral-direito lembrou da qualidade da equipe parananense, mas afirma que o Tricolor está preparado para enfrentar os 90 minutos na Arena da Baixada. 

- A gente não costuma pensar em grama. Sabemos que lá e complicado. O importante é que estamos concentrados e vamos tentar fazer um bom jogo. Creio eu que a dificuldade é a torcida, que vai encher e joga junto os 90 minutos. A gente tem que ficar tranquilo, esquecer a torcida. Dentro de campo são só os jogadores. Quanto mais esquecer a parte de fora, melhor pra gente. Sabemos que eles estão num bom momento, com bons jogadores. Pablo, Nikão, Paulo André... Temos que estar focados. Também temos nossas qualidades. Vai ser um jogo bom. Vamos pensar na gente

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance