Fluminense é quem mais 'vendeu' e menos 'comprou' gols em 2018. Entenda
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fluminense é quem mais 'vendeu' e menos 'comprou' gols em 2018. Entenda

  •  Henrique Dourado e Richarlison
    Henrique Dourado e Richarlison (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)
LANCE! - 09/02/2018 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
A janela de transferências não foi das melhores para o Fluminense. Entre os 20 clubes da Série A de 2018, o Tricolor foi quem mais saiu prejudicado no quesito bolas na rede por atletas no elenco, segundo levantamento feito pelo Footstats.  O LANCE! explica o mecanismo para determinar tal posição.

No ano passado, a equipe de Abel Braga marcou 118 gols no total. O número é alto - o terceiro melhor ataque, atrás apenas de Grêmio e Flamengo. No entanto, os principais artilheiros do ano passado não estão mais no elenco. São os casos de Henrique Dourado, Richarlison, Wendel, Scarpa e Wellington, por exemplo. Assim, das 118 bolas na rede, apenas 30 foram balançadas por jogadores que ainda estão nas Laranjeiras. Esse número equivale a uma queda de 74% do total. O São Paulo, que também perdeu jogadores importantes como Lucas Pratto e Hernanes, teve a segunda maior queda (67%).

Por sua vez, o Tricolor paulista reforçou o elenco com jogadores que artilheiros no ano passado, como Diego Souza, Trellez e Nenê. As contratações do São Paulo, somadas, fizeram 68 gols em 2017. No Tricolor das Laranjeiras, no entanto, esse número é baixo: apenas cinco bolas na rede (Ayrton fez três, Airton um e Jadson também um). 

Baseado neste mecanismo do Footstats, o Fluminense é o clube com saldo mais negativo de um ano para outro em relação a número de gols do elenco. Vale lembrar que a diretoria ainda busca um camisa 9 no mercado para substituir Henrique Dourado, artilheiro de 2017.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance