Diretor da base do Flu homenageia Marcelo: 'Atleta acima da média'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Diretor da base do Flu homenageia Marcelo: 'Atleta acima da média'

Brasil 2 x 0 Equador - Marcelo capitão
Marcelo jogará a Copa do Mundo com a Seleção Brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
LANCE! - 02/06/2018 - 13:10
Rio de Janeiro (RJ)
O lateral-esquerdo Marcelo está prestes a disputar mais uma Copa do Mundo com a Seleção Brasileira. Com isso, o diretor da base do Fluminense, Marcelo Teixeira, prestou uma homenagem ao jogador, que foi formado pelo clube das Laranjeiras antes de chegar ao Real Madrid, em 2007.

Em texto publicado no Facebook, o dirigente começou relembrando a transição do futsal para a base nos gramados. O Tricolor é um dos poucos clubes do Brasil que têm o esporte ligado diretamente à diretoria de Xerém e possui uma integração completa com atletas e profissionais das duas áreas.

- O ano de 2003 estava iniciando e eu estava começando no futebol e no Fluminense. Não existia no clube um processo organizado de trabalho de integração entre o futsal e o campo (...) Uma das primeiras tarefas que tinha em mente na base do Flu seria o de aproximar e integrar de forma organizada e sistemática o futsal com Xerém - disse.

- Numa das primeiras iniciativas para aproximar o futsal de Xerém tive uma reunião com o então diretor de futsal José Carlos Carnaval. E na conversa além de discutir como faríamos para implantar processos que ajudassem na integração o diretor na época falou de um garoto com então 14 anos chamado Marcelo. Que era um dos destaques no futsal do Fluminense - completou.

O dirigente relembra que ficou encantado com o futebol do lateral e que Marcelo não tinha condições de ir do Rio de Janeiro até Xerém todos os dias, se comprometendo a ajudá-lo. Teixeira ainda diz que achava que Marcelo seria o camisa 10 do Flu, mas o técnico do sub-15 na época, Alexandre Gama, viu diferente.

- Ao chegar em Xerém apresentei os três atletas do futsal ao treinador Alexandre Gama e segui para um compromisso de trabalho sem que pudesse assistir ao primeiro treino dos meninos no campo. Pouco mais de duas horas depois recebo uma ligação do Alexandre Gama. Lembro como se fosse hoje a conversa com Gama: “Teixeira, realmente o Marcelo é um jogador diferente como vc me falou. Já está aprovado. Mas não acho que ele seja nosso novo camisa 10 não como vc imaginou. Coloquei ele pra treinar de camisa 10. Foi bem. Mas depois coloquei ele pra treinar de lateral esquerdo. Ele foi super bem. Acho que ele tem tudo para ser um grande lateral esquerdo!"

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance