Cruzeiro aproveita homem a mais e vira sobre o Fluminense no Mineirão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cruzeiro aproveita homem a mais e vira sobre o Fluminense no Mineirão

  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense (Foto: Pedro Vale/Eleven)
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Fluminense
    Cruzeiro x Fluminense Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Matheus Dantas - 12/11/2017 - 21:00
Rio de Janeiro (RJ)
Com uma série de desfalques, o Fluminense não resistiu à pressão do Cruzeiro e foi derrotado por 3 a 1 neste domingo, no Mineirão. O time de Abel Braga abriu o placar com Pedro, mas, com um a menos quase toda etapa final, sofreu a virada. Lucas Romero, Diogo Barbosa e Thiago Neves marcaram para a Raposa.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 54 pontos e voltou para a quinta posição. O Fluminense, com 43, caiu para o 13º lugar - a sete pontos do Z4.

Na próxima rodada, o Fluminense visita o Corinthians, na Arena Itaquera, no jogo que pode garantir o título nacional ao clube paulista. O duelo é na quarta, às 21h45. No mesmo dia, o Cruzeiro recebe o Avaí no Mineirão, mas às 19h30.

O JOGO

A rede balançou logo no primeiro lance de perigo. Gustavo Scarpa teve liberdade para finalizar da entrada da área, mas o chute teve os pés de Pedro como destino. O substituto de Henrique Dourado teve frieza para deslocar Fábio e abriu o placar para o Fluminense: 1 a 0 aos seis minutos de jogo.

Mesmo em desvantagem, o Cruzeiro adotou uma postura defensiva, esperando o erro do time de Abel Braga para contra-atacar. O Tricolor usou da mesma estratégia e, por isso, jogo ficou aberto, com boas chances para os dois lados. O empate da Raposa também saiu na primeira finalização do time mandante. Lucas Romero tabelou com Thiago Neves e arriscou. O chute desviou em Henrique e traiu Cavalieri, que acabou encoberto: tudo igual aos 16 minutos.

Os muitos passes errados seguiram proporcionando aos times bons contra-ataques. Pelo Tricolor, Scarpa ditou o ritmo, participando de todas jogadas ofensivas. O camisa 10 finalizou duas vezes, uma com cada perna, mas o goleiro Fábio não teve dificuldades para defender. Wendel e Marcos Junior também tentaram e não tiveram sucesso.

A Raposa, por sua vez, teve problemas no passe final. Antes do intervalo, apenas um chute de Thiago Neves, que saiu rente à trave direita, fez a torcida levantar no Mineirão.

Mais ligado e com a marcação mais alta, o Cruzeiro começou o segundo tempo pressionando. Thiago Neves perdeu uma grande chance, mas a virada parecia ser questão de tempo.

Para deixar a situação do Tricolor ainda mais díficil, Marlon recebeu o segundo cartão amarelo após colocar a mão na bola. A demora na expulsão foi uma mostra da confusa arbitragem de André Luiz Castro.

Na cobrança da falta, Thiago Neves encontrou Diogo Barbosa na segunda trave, por trás da defesa, e o lateral-esquerdo colocou a Raposa na frente. O gol foi legal, mas os jogadores do Flu reclamaram demais e o árbitro, outra vez, demorou demais para tomar a decisão, mas o validou.

Com um a menos, o Flu ficou bagunçado. O Cruzeiro teve chance atrás de chance. Na melhor delas, Rafael Sóbis avançou do meio de campo à área, ficou cara a cara com Diego Cavalieri, que fez grande defesa Quem definiu o placar foi Thiago Neves. Depois de muito tentar, o meia fez o gol após receber na pequena área e comemorou de maneira tímida: 3 a 1, mas podia ser mais.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3X1 FLUMINENSE

Estádio:
Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 12/11/2017, às 19h
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Renda/Público: R$ 102.844,00 / 6.530 pagantes

Cartão amarelo: Murilo, Lucas Romero e Robinho (CRU); Marlon e Renato Chaves (FLU)
Cartão vermelho: Marlon (FLU)

Gols: Pedro (0-1, 6'/1ºT), Lucas Romero (1-1, 16'/1ºT), Diogo Barbosa (2-1, 12'/2ºT) e Thiago Neves (3-1, 27'/2ºT)

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Digão, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Silva e Lucas Romero; Robinho (Alisson, 38'/2ºT), Rafinha (Messidoro, 44'/2ºT) e Thiago Neves; Rafael Sóbis (Jonata, 20'/2ºT) - T: Mano Menezes

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Marlon; Marlon Freitas, Douglas, Wendel e Gustavo Scarpa (Léo, 29'/2ºT); Marcos Junior (Wellington Silva, 33'/2ºT) e Pedro - T: Abel Braga.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance