Adversários, João Pedro e Renan Lodi poderiam ser jogadores do Santos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Adversários, João Pedro e Renan Lodi poderiam ser jogadores do Santos

Montagem - João Pedro e Renan Lodi
AFP
Joel Silva - 02/06/2019 - 08:00
Rio de Janeiro (RJ)
Adversários neste domingo na Arena da Baixada, Renan Lodi e João Pedro possuem em comum uma lembrança bem especial. Ambos deram os primeiros passos no futebol na Escolinha Meninos da Vila, uma franquia do Santos em Ribeirão Preto.

Os dois vão se enfrentar pela primeira vez, defendendo as cores do Athletico-PR e Fluminense, enchendo de orgulho o Hermes Júnior, proprietário e diretor administrativo da unidade. Em entrevista ao LANCE!, o empresário comentou sobre como é vê-los atuando em grandes clubes do futebol brasileiro.

- É uma satisfação muito grande pra nós, pois fazemos nosso trabalho com seriedade visando não só formar um atleta, mas cidadão de bem, para a vida. Passamos conceitos de bom caráter. Quando vemos esses garotos, otimizando o potencial de cada um deles, é muito gratificante. Estamos contribuindo com o sonho de cada um.



João Pedro
João Pedro (centro) na Escolinha Meninos da Vila (Foto: Divulgação)
Tanto Renan Lodi, quanto João Pedro, possuem uma carreira meteórica. O lateral-esquerdo estreou nos profissionais em 2016, com 18 anos, em um clássico diante do Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro. Atualmente é titular absoluto do Furacão, sendo convocado pela Seleção Brasileira para disputar o Torneio de Toulon.

Já o atacante, de apenas 17 anos, vem sendo o principal jogador do Tricolor, marcando sete gols nos últimos cinco jogos. Para Hermes Júnior, o sucesso repentino não é novidade,

- Desde sempre demonstravam muito potencial tanto na parte técnica quanto no aprendizado, no desenvolvimento de funções. Tinham muita facilidade de aprender. Evoluíam constantemente.

Renan Lodi Meninos da Vila
Renan Lodi (centro) nos tempos de escolinha (Foto: Divulgação)
Por ser uma escolinha que leva as cores e o emblema do Santos, a expectativa é de que Renan Lodi e João Pedro se tornassem jogadores do Peixe. No entanto, a realidade foi bastante diferente, com desfechos distintos. Hermes Junior revelou que o acaso tirou a possibilidade da joia de Xerém fosse observado pelo clube santista.

- O Renan fez teste no Santos, mas o clube não se interessou por ele. No caso do João Pedro ele foi para o Santos, mas no dia do teste choveu muito e acabou sendo cancelado. Na sequência um observador técnico do Fluminense o viu jogando e o levou para um teste em Xerém. Foi aprovado por lá, fechando a possibilidade de ir para o Santos.

Apesar da distância, Hermes Júnior afirmou que ainda mantém contato com os jogadores e suas respectivas famílias, tanto que vai estar presente na Arena da Baixada, para o jogo deste domingo. Questionado sobre por quem vai torcer, o empresário preferiu ficar em cima do muro.

- O nosso coração fica dividido (risos). Então torceremos sempre para o bom desempenho deles.

E MAIS:
BATE-BOLA COM HERMES JÚNIOR

Recentemente o LANCE! fez uma entrevista com a Flavia Junqueira, mãe do João Pedro, que nos contou a trajetória dele até chegar ao Fluminense. Queremos saber então como foi o caminho percorrido por Renan Lodi?

- O Renan chegou na escola com 9 pra 10 anos e permaneceu até os 12, quando, através de nossa parceria com o Trieste, um grupo de empresários de Curitiba, o ingressou na base do Athletico. Durante todo esse período acompanhamos seu desempenho desde a base até o time profissional, dando todo suporte em vários aspectos, como técnico e psicológico. Até hoje mantemos um grande vínculo com o atleta.

Tem algum ponto que você acrdita que eles precisam evoluir?


- Na verdade sou só o administrador, mas conforme a opinião do treinador Paulinho Borges, que me acompanha nesta entrevista, acreditamos que a evolução deles é contínua. Eles estão adquirindo confiança, oportunidade perfeita para que se desenvolvam dentro do trabalho proposto.

Além dos dois, quais outros jogadores profissionais passaram pela sua escolinha?

- Temos o Gabriel Silva Vieira, no Palmeiras, que acabou de assinar contrato no profissional. Alejandro Viniegra, no Cruzeiro, Felipe Jaime, no Internacional, entre outros espalhados pelo interior do Brasil.

Hermes Júnior
Hermes Júnior não terá torcida no jogo entre Furacão e Tricolor (Foto: Arquivo pessoal)
Facebook Lance Twitter Lance