Abel Braga defende Abad, mas faz cobranças por reforços para o Flu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Abel Braga defende Abad, mas faz cobranças por reforços para o Flu

Fluminense x Santos
DELMIRO JUNIOR/PHOTO PREMIUM
LANCE! - 13/06/2018 - 22:13
Rio de Janeiro (RJ)
A conturbada situação pela qual passa o Fluminense ficou exposta após a derrota para o Santos por 1 a 0, no Maracanã, na noite desta quarta-feira. Com elenco enxuto, política efevescente, saídas de dirigentes e salários atrasados, a torcida não poupou vaias e protestou contra o presidente Pedro Abad.

O técnico Abel Braga, porém, garantiu que há muita coisa sendo jogada "nas costas" de Abad, lembrando uma conversa que teve com o mandatário no início da temporada. Por outro lado, o treinador cobrou a diretoria por chegada de novas peças ao elenco tricolor para o restante da temporada.

Além disso, deu indícios de que o clube pode, em breve, anunciar um profissional para a vaga de Paulo Autuori, que era diretor de futebol e deixou o Tricolor recentemente.



- Quando tenho de falar de coisa interna, falo internamente. Mas já vem um diretor executivo. Claro que o jogador poder jogar com cabeça tranquila, seria melhor. Mas é um pouco covarde, tudo que aconteceu ano passado e esse ano, jogam nas costas do Pedro (Abad). Em janeiro, quando ele veio falar comigo da real situação do Fluminense, eu disse que ele tinha de explicar. Gosto imensamente dele, mas torcedor que ver conquista. Conquistamos pouco e isso não basta para o torcedor. É meio complexo. É um momento oportuno...Deixar algumas atitudes extremamente corretas de lado para ir atrás de jogador. Não é que esse grupo não tenha qualidade. O grupo inteiro estava bem, mas perdemos o coletivo, que era nossa maior força - disse.

Abel Braga garantiu ainda que, atualmente, a relação com a diretoria é boa e lembrou que o momento sem jogos é bom para que se possa sentar e fazer uma avaliação em busca de uma solução, salientando a situação financeira do clube.

- Torcedor tem o direito (de protestas). Quer ver a equipe com grandes jogadores, mas o Fluminense não tem essa condição. Condição com o clube continua inalterada e com a diretoria, é espetacular. Tenho ótima relação com o presidente e com o vice. Situação complicada, cinco jogos sem vencer, mas todo mundo tem de sentar, conversar e achar solução. Momento importante, porque todo mundo vai esfriar a cabeça, e é voltar para um período de treinos fortes - afirmou.

Outros pontos da coletiva:

Ponto positivo da paralisação


Ponto positivo é que vai poder recuperar os caras. Gilberto já pagou o preço, Ayrton, Marcos Junior... Eles vão voltar bem. Mais na frente, com quarta e domingo, vai ter o mesmo problema. E não é só o Fluminense. Tem de ter número e, de preferência, qualidade. Pagamos isso ano passado, com muitas contusões. Não podemos repetir ano passado. Na frente, vai ter o preço de novo. Volta em julho e não para mais até dezembro. Fundamental é qualificar o grupo, ter número suficiente. Luan jogou bem, Nathan (Ribeiro), Roger (Ibañez)... Mas você se safa. Não jogou o Leo e nem o Gilberto, entrou o Norton, menino que não vinha jogando. Quando reiniciar, isso vai acontecer e tem de estar precavido.

Gum e Renato Chaves fora

Poderia entrar jogar sem problema, como poderiam ter lesão séria (Gum e Renato). Essa zaga jogou bem, novamente os três. Perdemos de cinco do Atlético, mas eles jogaram muito bem. Não teve isso de falha. Não é por aí. Temos trabalho que temos seguir. Roger jogou o jogo passado, estava bem e sentiu uma coisinha. Marcos Jr. estava fora, voltou e sentiu com dez minutos.

Facebook Lance Twitter Lance