Jesus comemora triunfo do Fla e exalta jogadores: 'são os responsáveis por esse momento'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jesus comemora triunfo do Fla e exalta jogadores: 'são os responsáveis por esse momento'

Chapecoense x Flamengo - Jorge Jesus
Jorge Jesus durante a vitória do Flamengo contra a Chapecoense (Alexandre Vidal / Flamengo)
LANCE! - 06/10/2019 - 13:50
Rio de Janeiro (RJ)
A magra vitória do Flamengo na Arena Condá, neste domingo, contra a Chapecoense, por 1 a 0, viu dois tempos distintos do Rubro-Negro. No primeiro, o domínio de sempre, exercido sob uma pressão intensa com e sem a bola. No segundo, fisicamente houve uma queda, que permitiu uma leve imposição de um adversário que parecia em grogue. No final, três pontos na conta do Fla e diferença na liderança para o Palmeiras ficando em seis pontos, ao menos momentaneamente. O time treinado por Jorge Jesus tem 52, contra 46 do Alviverde, que entra em campo às 16h, contra o Atlético-MG, na Allianz Parque.

Depois da partida, o lusitano apareceu para a coletiva de imprensa. Valorizou os três pontos, sobretudo por ter sido num "campo difícil", mas admitiu o desgaste nos 45 minutos finais. Ele relatou uma conversa com o elenco antes da partida para saber sobre a condição física de cada um dos titulares.

- Foi uma vitória importantíssima, principalmente por ter sido num campo difícil. A Chape não nos criou muitos problemas ofensivamente. Nosso primeiro tempo foi muito melhor do que o segundo, poderíamos ter uma vantagem maior. Mas o time mostrou seu caráter. Alguma fadiga, o que é normal. Antes do jogo, perguntei a todos como estava. Alguns disseram que estavam fadigados, mas queriam jogar. Há o respeito pelo Brasileiro. A CBF, para que o campeonato tenha mais valor, devia proibir de tirar mais do que cinco titulares no jogo seguinte - afirmou.



Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

Uma das novidades no time titular neste domingo, o jovem Reinier teve boa atuação. Porém, um lance no final do primeiro tempo foi reprovado pelo "Mister": quando recebeu passe em profundidade de Everton Ribeiro, a promessa saiu cara-a-cara com Tiepo, mas optou por um toque de calcanhar para devolver ao camisa 7, que não acompanhou a jogada. De um possível gol, o lance terminou nos pés do zagueiro da Chape. No final da partida, as câmeras flagraram Jesus conversando de uma maneira mais áspera com o pupilo.

- O Reinier estava bem, mas tem 17 anos, tem que aprender algumas coisas. Fez algumas coisas que eu pedi para não fazer. E quem manda sou eu - salientou.

Jesus também fez questão de exaltar o seu elenco. No primeiro tempo, o Flamengo apresentou números impressionantes: chegou a ter mais de 70% de posse de bola e concluiu 10 vezes a gol, contra nenhuma da Chape. Para o Mister, nada disso seria possível sem a qualidade de seus jogadores.

- Jogamos como um campeão joga. Sempre dando o peito às balas. Isso caracteriza os grandes jogadores. O resultado poderia ser maior. Mas o resultado foi melhor que a exibição. Contra o Grêmio, fizemos uma exibição extraordinária e só empatamos. Se não tiver jogadores com qualidade, esquece. Trouxemos uma ideia e partilhamos com o grupo. São eles os grandes responsáveis pelas vitórias conseguidas. Há toda uma estrutura, não lhes falta nada.

O Flamengo volta a campo na quinta-feira para enfrentar o Atlético-MG, às 20h, no Maracanã. A delegação volta ao Rio de Janeiro ainda neste domingo e terá folga na segunda-feira. O treinamento de terça está marcado para a parte da tarde, no Ninho do Urubu.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance