Barbieri valoriza liderança e pausa do Brasileiro: 'Temos muito a evoluir'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Barbieri valoriza liderança e pausa do Brasileiro: 'Temos muito a evoluir'

Palmeiras x Flamengo
Maurício Barbieri no comando do Flamengo diante do Palmeiras (Foto: Marco Galvão/Fotoarena)
LANCE! - 14/06/2018 - 00:02
São Paulo (SP)
A Copa do Mundo começa nesta quinta-feira e o Flamengo passará o próximo mês, com o Brasileirão paralisado, como líder da competição. Maurício Barbieri valorizou o empate diante do Palmeiras, em São Paulo, e a primeira posição do torneio, mas negou o status de melhor time do Brasil.

Para o treinador, a pausa para o Mundial da Rússia vem em bom momento.

- Importante frisar que somos os líderes do Campeonato, mas não entendemos que somos o melhor time do Brasil. Pode ser a opinião de um ou outro. Temos que usar o tempo (da pausa para a Copa do Mundo da Rússia) para melhorar o que precisamos. Nossa equipe tem muito a evoluir - afirmou o técnico do Fla.

No Allianz Parque, o Flamengo chegou ao empate com um gol do zagueiro Thuler, na etapa final, após o Palmeiras sair na frente com Willian. O fim do confronto, no entanto, ficou marcado por uma confusão generalizada.

Foram seis expulsões (Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado, do Flamengo, Dudu, Jaílson e Luan, do Palmeiras), e Maurício Barbieri lamentou o ocorrido. Na visão do técnico rubro-negro, apenas a expulsão de Henrique Dourado foi injusta.

- Lamentável, ninguém queria isso num jogo dessa importância. Houve excesso das duas partes, expulsões justas, exceto a do Dorado, tomou um soco, não agrediu ninguém em nenhum momento. Foi agredido e acabou expulso. As demais, foram certas no que pude ver- afirmou, antes de complementar:

- O árbitro poderia ter se comportado de outra maneira em alguns lances. Depois do empate, o Palmeiras tentou um jogo mais impositivo. Algo natural.

Confira outras respostas do técnico Maurício Barbieri:

Comoção por despedidas

Estávamos imbuídos em conquistar a vitória. A saída iminente era do Vizeu, não teve grande oba oba. Torcemos para que seja feliz na Europa, que possa crescer muito lá e de sequência na carreira.

Ausência de Diego


Qualquer equipe do Brasil sentiria a falta do Diego. Faz parte, dentro das circunstâncias, fizemos um jogo muito bom aqui dentro. Queríamos a vitória, mas dentro disso, empate foi satisfatório.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance