Barbieri lamenta 'gol cedo' do Cruzeiro e oportunidades perdidas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Barbieri lamenta 'gol cedo' do Cruzeiro e oportunidades perdidas

Flamengo x Cruzeiro
Técnico do Flamengo garante que equipe pode conseguir classificação (DELMIRO JUNIOR/PHOTO PREMIUM)
LANCE! - 09/08/2018 - 01:22
Rio de Janeiro (RJ)
O técnico Mauricio Barbieri garantiu que a forma com a qual o Cruzeiro jogou na noite desta quarta-feira, no Maracanã, pelas oitavas de final da Libertadores, não surpreendeu o Flamengo. Porém, o treinador lamentou o gol adversário logo no início de jogo, fator que ele considerou preponderante para o restante do duelo, que acabou em vitória do time mineiro por 2 a 0.

Barbieri também queixou-se das oportunidades perdidas no decorrer do confronto como um ponto negativo.

- Essa movimentação (do Cruzeiro) já havíamos estudado. Não foi surpresa. Sabemos que o Cruzeiro tem bastante qualidade. Não acho que causou tanto problema. O gol cedo fez eles terem pouco a bola, trocar menos passes que a gente... Acho que o que gerou mais perigo foram os contra-ataques. Até criamos oportunidades, mas não fomos eficientes - disse ele, que completou:

- Levamos gol cedo em um erro nosso. Isso condicionou porque deixou o Cruzeiro confortável no jogo. Criamos número bom de chances, mas não empurramos para dentro. Eles tiveram algumas chances no contra-ataque. Resultado ruim. Sentimento de frustração. Não conseguimos imprimir o jogo que sabemos que poderíamos. Entendemos a frustração da torcida, mas agora é virar a página. Pensar em Libertadores de novo mais à frente.


Veja outros tópicos da coletiva

Jogo da volta contra o Cruzeiro


"Podemos reverter o quadro lá. Sabemos que não será fácil, mas temos condições. São Paulo e Corinthians fizeram 2 a 0 lá. Equipe difícil, mas não imbatível. Mas o foco agora é o jogo de domingo. Nossa prioridade é sempre o próximo jogo"

Partida no Maracanã

"A gente conversou bastante. Coletivamente, não conseguimos fazer bom jogo. Tivemos oportunidades e em um jogo desse tamanho, contra adversário maduro, temos de aproveitar as chances. Isso fez diferença. Todos conversamos e estamos insatisfeitos, mas, a partir de amanhã, precisamos olhar os outros desafios que temos. Não podemos jogar tudo que a equipe fez até aqui fora"

Defesa levou mais gols depois da Copa do Mundo

"É um ponto que já tínhamos discutido internamente. Precisávamos voltar essa solidez defensiva. Falta mais atenção em alguns momentos. Temos de considerar a postura do adversário, que têm jogado no nosso erro. Quando se joga assim, tem postura mais simples. Estamos errando mais do que estava errando e estamos pagando um preço caro"

Fatores que pesaram para a derrota

"Acho que o principal fator para o jogo anterior e hoje foi pressa, ansiedade e retendo a bola, evitando que ela girasse com velocidade. Em outros momentos, não tivemos o Diego e o Paquetá e apresentamos o mesmo futebol. Não podemos reduzir o problema a um jogador ou outro. Tem de ter mais paciência e erra menos. Quando enfrenta adversário fechado, se tem menos chances e se aproveitar uma delas, pode se ter mais espaço para jogar"

Jovens no elenco

"Acho que precisamos de mais calma para não ter conclusão cedo. Quando se fala de jovens, natural é a oscilação. Isso envolve tempo e trabalho. Temos jovens e experientes nos diversos setores. Só acho complicado de ir no caminho de que a mescla funcionava e agora não funciona mais. Acho que a resposta da equipe neste dois jogos, se precipitou em alguns momentos. Tivemos chances depois do contra-ataque do Cruzeiro, quando quase saiu o segundo. Depois do segundo gol, tivemos de abrir um pouco mais"

Substituição de Rodinei

"Rodinei apoia bastante, ajuda bastante vindo de trás. Cria problema para o adversário. Final do jogo, ele não estava bem e precisávamos de soluções. Colocamos duas referências e Pará tem bom cruzamento. Rodinei não estava no melhor momento do jogo"

Facebook Lance Twitter Lance