Área do Ninho incendiada só poderia ser usada como estacionamento a partir de março
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Área do Ninho incendiada só poderia ser usada como estacionamento a partir de março

Incêndio Ninho do Urubu
Área que pegou fogo era usada para alojamento da categoria de base (Foto: Reprodução/TV Globo)
LANCE! - 08/02/2019 - 15:23
Rio de Janeiro (RJ)*
A área do alojamento do CT Ninho do Urubu onde ocorreu um incêndio na manhã desta sexta-feira, com 10 vítimas fatais, "não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 05/04/18, como edificada", segundo nota publicada pela prefeitura do Rio de Janeiro. No documento, a região estaria descrita como estacionamento.

Contudo, a atual licença é válida até o dia 8 de março, o que torna, levando em conta o que foi publicado pela Prefeitura, torna dúbia a nota divulgada. 

Ainda de acordo com comunicado, "a Prefeitura vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades".

Abaixo, veja a nota da Prefeitura na íntegra:

E MAIS:
"Sobre o processo de licenciamento do Centro de Treinamento Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, a Prefeitura vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1) A atual licença do CT tem validade até 08/03/2019;

2) A área de alojamento atingida pelo incêndio, não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 05/04/18, como edificada.

3) No projeto protocolado, a área esta descrita como um estacionamento;

4) Não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios;

5) Por determinação da legislação em vigor, a coordenação de licenciamento informa que só há inspeção neste tipo de edificação em casos de denúncia;

6) A Prefeitura vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades".

Na manhã desta sexta-feira, um incêndio atingiu o alojamento das categorias de base do Ninho do Urubu, deixando 10 mortos e três feridos.

*Atualização às 19h25

A nota da Prefeitura é dúbia quanto à legalidade da construção do alojamento na área em que estava localizado no CT George Helal quando foi atingido pelo incêndio nesta sexta-feira. De acordo com a publicação, a atual licença, válida até março, daria a condição da construção do alojamento desde que, a partir do dia 8 de março de 2019, a área passasse a servir apenas como estacionamento, como previsto no projeto protocolado pelo clube em 5 de abril de 2018.


Facebook Lance Twitter Lance