Patrocínio do Cruzeiro será no modelo do Corinthians, diz Itair Machado
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Patrocínio do Cruzeiro será no modelo do Corinthians, diz Itair Machado

A Raposa promete ter um dos maiores patrocínios do país
A Raposa promete ter um dos maiores patrocínios do país na frente da sua camisa- Vinnicius Silva/Cruzeiro
Valinor Conteúdo - 05/02/2019 - 19:29
Belo Horizonte
O Cruzeiro está prestes a anunciar seu novo patrocinador máster para a temporada 2019 e promete ser um dos maiores do Brasil, senão o maior, segundo o diretor geral do clube, Sérgio Nonato,que revelou no domingo, 3 de fevereiro, que a oficialização do acordo será na primeira quinzena de fevereiro e o valor do negócio pode ser acima de R$ 86 milhões, acima do contrato pago pela Crefisa ao Palmeiras.

Apesar da fala otimista de Nonato, o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, explicou a situação das negociações e o modelo de negócios do patrocínio em entrevista ao canal Fox Sports. Itair disse que o patrocinador será um banco digital e o valor recebido pelo clube mineiro pode ser um dos maiores do Brasil, porém, dependerá da abertura de contas bancárias abertas no futuro parceiro.

O modelo é semelhante ao que tem o Corinthians com o banco BMG, que paga bônus para o Timão com a abertura de novas contas na instituição mineira.


E MAIS:
- As pessoas interpretaram de maneira diferente (a fala de Sérgio Nonato). O Cruzeiro vai fazer uma parceria com um banco da área digital no modelo que o Corinthians fez. Ao atingir 1,2 milhão, até 1,5 milhão de contas, é possível ter um dos maiores patrocínios do Brasil. Mas isso em termos de produção, nos mesmos moldes que o diretor de marketing do Corinthians-disse Itair.

O modelo corintiano com o BMG funciona da seguinte forma: há um valor fixo e mais 50% do lucro gerado com a abertura de novas contas bancárias na instituição. Itair explica que para ter um alto valor de retorno para o clube, o torcedor terá de aderir em massa ao parceiro bancário.

- Vai ter um valor fechado que a gente ainda não pode divulgar. Mas o valor real, que vale a pena, que você pode encher a boca e dizer, é essa questão de o torcedor aderir o produto. Se aderir, o número realmente é fantástico, e acho que esse é o caminho para o futebol. Se cada torcedor que tem que ter uma conta, que tem que consumir algum produto, consumir o produto ligado ao seu clube, ele vai estar diretamente ajudando o seu clube-concluiu.

O Cruzeiro era patrocinado pela Caixa na parte frontal do uniforme desde 2016, mas o banco se retirou do mercado de patrocínios com novas diretrizes do governo Bolsonaro.




E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance