Patrocinador do Cruzeiro cobra parte da venda de Mayke para o Palmeiras
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Patrocinador do Cruzeiro cobra parte da venda de Mayke para o Palmeiras

Palmeiras x Junior Mayke
O BH cobra judicialmente a Raposa por não repassar a parte que tem direito na negociação- NELSON ALMEIDA / AFP
Valinor Conteúdo - 07/06/2019 - 20:12
Belo Horizonte
O Supermercados BH, um dos parceiros comerciais do do Cruzeiro entrou com uma ação contra clube na Justiça pelo não repasse de 20% do valor da venda do lateral-direito Mayke ao Palmeiras, no fim de 2018.

A empresa supermercadista, que estampa sua marca na camisa da Raposa, além de ajudar o time em várias negociações de atletas, como os casos de Dedé e Arrascaeta, acionou o Cruzeiro na 7ª Vara Cível de Belo Horizonte.


A cobrança é possível porque o Cruzeiro cedeu parte dos direitos de Mayke ao BH em 2013, antes da proibição da FIFA de empresas e terceiros terem porcentagens de atletas em seus direitos econômicos. Na época, as duas partes acertaram a cessão de 20% do lateral.




E MAIS:
A empresa questiona na justiça porque o Cruzeiro não comunicou que houve a transação de venda do jogador para o Verdão, portanto, não recebendo sua parte do negócio.

O contrato entre Cruzeiro e Supermercados BH previa que o pagamento de qualquer valor sobre o jogador deveria ser pago em até cinco dias, com responsabilidade do Cruzeiro em repassar o dinheiro ao parceiro.

O BH entrou com a ação judicial para ter acesso aos documentos da venda do lateral direito e calcular os valores devidos, pedindo ao Palmeiras as comprovações bancárias do negócio, como as transferências monetárias para o time mineiro.

O BH, no entanto, está disposto a negociar um acordo de conciliação com a Raposa em uma audiência.

Mayke, de 26 anos, começou sua carreira na base do Cruzeiro e se destacou pelo clube no bicampeonato Brasileiro, de 2013/2014 e ficou no clube até 2017, quando foi emprestado ao Palmeiras, que o adquiriu em definitivo em novembro do ano passado por cerca de 1,5 milhão de euros, quase 7 milhões de reais.

O Cruzeiro ainda não se pronunciou sobre o caso por alegar não ter sido comunicado oficialmente da ação.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance