Mano admite que denúncias no Cruzeiro afetam a equipe no campo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mano admite que denúncias no Cruzeiro afetam a equipe no campo

Mano Menezes
Mano também comentou sobre a situação da Raposa no Brasileiro, que está na zona do rebaixamento- Foto: Bruno Hadad/ Cruzeiro
Valinor Conteúdo - 22/06/2019 - 13:41
Belo Horizonte
O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, se pronunciou sobre o ambiente turbulento em que o clube mineiro vive nos bastidores e como isso vem afetando a equipe no campo de jogo, revelando que a situação vem interferindo no desempenho do time nas quatro linhas.

- A gente do futebol também sabe que algumas coisas influenciam diretamente na parte de campo. O Cruzeiro vem passando por um momento difícil como clube, e mesmo com toda experiência, seja dos comandantes, no nosso caso em termos de comissão técnica, seja por parte dos jogadores, que temos aí uma grande quantidade de jogadores com experiência suficiente para tentar separar uma coisa da outra, você sabe que isso não é bem assim na prática. Isso influencia no sentimento do torcedor. O sentimento e o humor do torcedor interferem no jogo, que ele vai ao estádio, ou ele não vai ao estádio, a ausência dele interfere, a presença dele com outro humor interfere no jogo, essas coisas têm certa ligação. E é sempre muito ruim você abrir todos os meios de comunicação a cada dia e ver que muito mais se fala negativamente do seu clube do que positivamente, essas coisas também estão juntas e temos que resolver, como clube e como time-disse Mano ao narrador Cléber Machado, da TV Globo.




E MAIS:
O comandante celeste também comentou sobre o momento que o Cruzeiro tem passado no Campeonato Brasileiro, ocupando a 18ª colocação da competição com apenas oito pontos em 27 disputados e da busca pela melhora no torneio com a parada da Copa América.

- A observação(Sobre a parada da Copa América) foi em cima exatamente dessa expectativa de melhora quase que geral. Todo mundo se referiu à parada para a Copa América, com pequenas exceções, quem está lá na frente não precisa melhorar. Mas todos os outros acham que podem fazer melhor e que têm uma tendência a fazer melhor. Mas eu disse que isso não vai ser só por uma intenção. No Rio Grande do Sul, tem um ditado que diz que “de bem intencionado o inferno está lotado”. Tem que rever coisas importantes, no nosso caso, entender perfeitamente o que foi que aconteceu para uma parada tão brusca em termos de rendimento. Você pode até discutir a qualidade do jogo, mas o Cruzeiro sempre pontuou em qualquer campeonato que jogou, foi uma equipe competitiva, e nós não perdemos essa capacidade de competir. Você pode questionar outras coisas, mas minhas equipes nunca deixaram de ser competitivas - explicou Mano Menezes.

Um dos grandes desafios no retorno da Copa América são os duelos contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, que podem mudar ainda mais os ânimos do clube caso aconteça uma eliminação para o grande rival.

- Se ganhar, é um gás extremamente positivo (risos). Se perder, você perde para o maior rival. E aí pode ter um peso ainda maior a derrota. O futebol não tem meias palavras. Ele é muito duro. Na medida em que você atinge o objetivo, passa, você ganha uma confiança, recupera essa confiança perdida, e pode significar, a partir daí, uma retomada na temporada mesmo. Esse jogo é um jogo que tem força para isso. Sobre o River, não vamos nem, falar, né? O River é o atual campeão da Libertadores e um dos times que vem jogando o melhor futebol da América há bastante tempo-concluiu.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance