CNRD mantém multa no caso Fred a favor do Atlético-MG
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

CNRD mantém multa no caso Fred a favor do Atlético-MG

Fluminense x Cruzeiro - Fred
Fred e o Cruzeiro contestam o CNRD a multa de R$ 10 milhões cobrada pelo Galo- (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)
Valinor Conteúdo - 15/06/2019 - 11:19
Belo Horizonte
A Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), órgão ligado à CBF, confirmou a multa de R$ 10 milhões de reais que o Atlético-MG cobra do atacante Fred, por uma rescisão de contrato em 2017, quando o atacante atuava pelo alvinegro, indo para o Cruzeiro.

A entidade negou os embargos declaratórios de Fred que questionavam a condenação do atacante a pagar a multa. A CNRD considerou correto o pagamento do valor pedido pelo Galo, pois havia uma cláusula do distrato com o Galo que impunha ao jogador o pagamento desse valor caso ele acertasse com a Raposa. O valor total será reajustado com juros e correção.

A informação do resultado do recurso da ação foi divulgada pelo vice-presidente do Atlético-MG, Lásaro Cândido da Cunha, no Twitter.

-Caso Fred: CNRD acaba de negar os embargos declaratórios do jogador e seu atual clube. Mantida assim a multa e suas atualizações pela Câmara Arbitral-publicou. Fred é réu na ação que havia dado ganho ao Atlético-MG no fim de 2018, mas houve um recurso por parte da defesa do jogador.

O Cruzeiro monitora a situação, pois se comprometeu a arcar com a multa como parte do acordo com o jogador, se ela vier a se confirmar. Novo recurso deve ser tentado pelo atleta com assistência do Cruzeiro em um tribunal de arbitragem.


E MAIS:
Entenda o caso

A disputa judicial entre Galo e Raposa começou no fim de 2017, quando Fred acertou sua ida para o Cruzeiro, depois de jogar pelo Atlético-MG. O atacante assinou contrato com o time celeste no dia 22 de dezembro de 2017 e o alvinegro impôs uma condição para ele deixar o clube e ir para o rival: pagar uma multa de R$ 10 milhões.

Fred se resguardou de ser cobrado pelo alto valor. Ele comunicou sobre a multa ao Cruzeiro e disse que só assinaria contrato se o clube celeste assumisse a dívida. Com essa garantia, o atacante se isentou da multa, deixando o problema para o clube celeste. Atleta e representantes da Raposa aceitaram o acordo.

O Cruzeiro se recusou a pagar a multa imediatamente e o Galo entrou com a ação na no CNRD no início de 2018 para tentar receber o valor. No fim do ano a CNRD deu ganho ao time alvinegro, que reforçou sua decisão mais uma vez.





E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance