Cacá recebe elogios por atuações em nova trajetória no Cruzeiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cacá recebe elogios por atuações em nova trajetória no Cruzeiro

Cacá terá sua segunda chance com Ceni, com a ausência de Dedé, que será poupado
Cacá esteve nos dois últimos jogos do Cruzeiro pelo Brasileiro, contra Santos e CSA- (Vinnciius Silva/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 29/08/2019 - 17:31
Belo Horizonte
Alçado ao elenco profissional em 2018 por Mano Menezes e considerado um promissor zagueiro, Cacá, de 20 anos, está redesenhando sua carreira o Cruzeiro após se envolver em uma confusão por porte de maconha no início do ano. O jovem defensor voltou a figurar no time titular da Raposa e esteve em campo nas duas últimas partidas do time, contra o Santos e CSA, substituindo Dedé.

Cacá tem recebido elogios por suas atuações e comentou sobre a responsabilidade de substituir o titular absoluto da zaga celeste.

-Na parte defensiva, estou ouvindo bastante elogios. Contra o Santos, fiz um bom jogo. Substituí, para mim, o maior zagueiro do Brasil. Era uma responsabilidade imensa. Fiz bem. E contra o CSA, foi um momento de desatenção e desequilíbrio. Sofremos o gol, aconteceu, agora é bola para frente. Vamos em busca dos três pontos contra o Vasco e seguir firmes na tabela-disse.

Cacá tem se inspirado em Dedé, que tem no Cruzeiro uma rica história de superação e retomada da carreira no futebol.



E MAIS:
-Dedé é um cara muito humilde e abraça muito os meninos mais novos. Ele dá uma dura ali, mas é sempre pelo melhor. Depois do jogo (contra o Santos), ele até me deu um abraço forte. Vi no olhar dele a alegria de eu ter entrado e cumprido bem. É um cara que eu considero muito. Não só ele, como Leo também, Fabrício. No dia a dia, Dedé está sempre me ajudando e conversando comigo- contou.

O jovem zagueiro poderá ter sua terceira chance na zaga cruzeirense, pois mesmo com o retorno de Léo e Dedé aos treinos, Rogério Ceni pode optar em ter a dupla no duelo pela Copa do Brasil, contra o Internacional, na próxima quarta-feira. Cacá pode ser titular diante do Vasco, domingo, 1º de setembro, no Mineirão, pelo Brasileiro.

-Estou trabalhando todos os dias para isso. Todo mundo tem o sonho de sempre entrar jogando como titular. Mas também tenho que ver que estou ao lado de três grandes zagueiros. Agora está chegando o Edu também, que é da base. É vivendo e aprendendo. Quando a oportunidade chegar, é aproveitar da melhor maneira possível- concluiu o jogador, que está na Raposa desde 2014.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance