Corinthians volta a ter taça do Mundial de 2012 penhorada
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Corinthians volta a ter taça do Mundial de 2012 penhorada

Ralf beijo o troféu do Mundial de Clubes conquistado pelo Corinthians em 2012
Taça do Mundial foi penhorada (Foto: AFP)
LANCE! - 20/03/2019 - 19:10
São Paulo (SP)
A taça do título mundial do Corinthians em 2012 voltou a ser penhorada. Após a suspensão em novembro do ano passado, o Tribunal de Justiça de São Paulo voltou a autorizar a penhora nesta quarta-feira, como publicou inicialmente o portal R7. Ainda cabe recurso.

A penhora é porque o Instituto Santanense de Ensino Superior cobra do Corinthians uma dívida de R$ 2,48 milhões, referente a um processo cuja primeira decisão favorável à instituição de ensino saiu em 2010.

- A situação atual é clara. Nós conseguimos a vitória no Tribunal de Justiça. O clube está outra vez com seu troféu do Mundial penhorado. Não queremos desmoralizar ninguém. O problema é que o Corinthians tem vários bens envolvidos em processos judiciais. A taça era um dos poucos bens que poderia ir para a penhora - disse o advogado Adelmo Emerenciano, que representa a universidade, em entrevista ao R7.



O Corinthians, por sua vez, ainda não foi informado da decisão (veja a nota divulgada abaixo). A suspensão da penhora havia acontecido em novembro do ano passado, após clube e Instituto Santanense selarem a paz.

Antes da penhora da taça, o Instituto Santanense tentou bloquear outras contas do Timão. A dísputa judicial teve início em 2008, quando o Instituto Santanense alegou que o Corinthians dificultava o acesso de alunos no campus dentro do Parque São Jorge.

CONFIRA A NOTA DIVULGADA PELO CORINTHIANS:

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que não foi intimado pela Justiça sobre qualquer decisão acerca do recurso atinente à penhora da taça do Mundial de 2012 e, portanto, não teve acesso ao teor da suposta decisão veiculada por alguns veículos de comunicação na rede mundial de computadores.

A agremiação trabalha para solucionar o caso e reiteradas vezes ofereceu propostas de acordo, inclusive recentemente propôs parcelamento do valor da referida dívida alegada pelo Instituto Santaense em 6 vezes, à semelhança do que é autorizado por Lei em casos de execução.

O clube aguardará a decisão da Justiça acerca do pedido de parcelamento, bem como aguardará a publicação do acórdão referente à penhora, para voltar a se manifestar. De todo modo, o Corinthians assegura a sua torcida que o imbróglio judicial será resolvido e não considera que a prestigiada e inestimável taça esteja em risco, sendo a penhora medida que tem como único intuito gerar efeito midiático infundado que não condiz com as tratativas que até então vinham sendo mantidas."


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance